Couve flor picante assada

Minha última descoberta é que deram um  nome para minha fase de vida atual: sou uma reducitariana e nem sabia. Isso quer dizer que pertenço ao grupo de pessoas que não deixaram de comer carne mas reduziram bastante o consumo – no meu caso, a carne ficou restrita apenas ao finais de semana. E como por aqui não substituímos carne por PTS (que eu adoro) acabamos focamos bastante nos vegetais e em novas maneiras de prepará-los. E tem rolado tanta coisa gostosa! Uma delas é essa couve flor, feita no forno e tão fácil que dá até vergonha chamar de receita.

Precisa cortar a couve flor em fatias médias. Não se preocupe porque alguns floretes acabam desmanchando, não tem problema. Depois essas fatias são lambuzadas ligeiramente com azeite e temperadas com sal e pimenta. Em um pratinho vai fubá (o suficiente para empanar a quantidade de couve flor que você está preparando), sal, pimenta e páprica picante a gosto. Mistura tudo e passa as fatias de couve flor nessa misturinha, dos dois lados, pressionando levemente para “empanar”. Numa assadeira forrada com papel manteiga untado com um fio de azeite, é só acomodar a couve flor, regar com um pouquinho mais de azeite e levar ao forno pré aquecido 180C até dourar – vire no meio do processo para dourar os dois lados.

Para acompanhar preparei um molhinho com iogurte, azeite, mel, sal e pimenta.

Viu? Couve flor não vira só salada, gratinado e fritura não. Ter virado reducitariana me mostrou uma infinidade de possibilidades nos vegetais e cada dia eu me apaixono mais por eles.

E você, tem um jeito gostoso de preparar couve flor? Conta aí ;)

7 Comments
  • Sonia
    setembro 19, 2017

    Olha, também sou reducitariana e nem sabia que se chamava assim! Compartilho da sua paixão pela berinjela e adorei essa receita de couve flor, farei com certeza. Obrigada

    • Faby
      setembro 26, 2017

      Bem vinda ao time, Sonia! :)

  • Gilson Daniel
    setembro 19, 2017

    Eu também sou reducitariano e não sabia. Há 11 meses estou fazendo um controle alimentar (já se foram quase 51 kg desde o tempo do Rei por Um Dia – saudades).
    Obrigado pelas receitas.

    Gilson Daniel Machado

    • Faby
      setembro 26, 2017

      Oi Gilson, pois é… acho que ninguém sabia, rs.
      51Kg!!!!! Meu Deus! parabéns!
      sim! Muita saudade do Rainhas <3 Como anda tudo por aí?

      Bjo!

      • Gilson Daniel Machado
        setembro 27, 2017

        Curtindo meus netinhos e acompanhando os blogs culinários que tanto aprecio. Claro que como um fanático por pimentas, “Pimenta no Reino” está no Top 5.
        Continue fazendo Sucesso que eu continuarei lhe seguindo. Bjs.

  • Janaina
    setembro 20, 2017

    Fabi, por caudsa da tal dieta Low Carb, acabei usando couve flor em varias preparações. As melhores são: Caldo verde ( a couve flor é cozida e processada, entra no lugar da batata), fica muuuuuito bom; arroz de couve flor – processa meia couve flor crua, até ficar parecendo semola para couscous, num wok salteia uma xicara de cogumelos ferscos, uma xicara pimentões coloridos picados, quebra uns dois ovos, mexe um pouco. Junta a couve flor e 2 colheres de shoyu. Acerta o sal e cozinha por uns 3-5 minutos. Fiz também risottos diversos subsituindo metade do arroz arborio por couve flor, taboule de couve flor , e tambpem um falso couscous de couve flor com frango defumado, que ficou show.

    • Faby
      setembro 26, 2017

      Oi Janaina,

      Pois é, por aqui tb uso e abuso da couve flor, que adoro. Arroz, couscous, tabule eu já fiz (acho que tem receita aqui no blog tb), mas o caldo verde eu vou experimentar com certeza!

      Obrigada pelas dicas!

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*