Sopa de grão de bico com alecrim


A receita está entitulada como sopa mas o próprio autor, o chef Jamie Oliver em seu livro A Itália de Jamie Oliver, confessa não saber bem se ela é sopa ou massa, mas tanto ele quanto eu optamos por chamá-la de sopa e finito.

O livro em questão é parte do mesmo material usado na minisérie homônima transmitida no Brasil pelo GNT e traz imagens belíssimas em fotos que mereceriam até uma moldura. Então, se você não tem o livro, corre! Vale a pena o investimento para descobrir o olhar que o chef lançou sobre velhos clássicos da culinária italiana (alguns até que ele nem deveria ter mexido, but…rs). É, no mínimo interessante, ver como é possível introduzir novidade (não sem muita luta – quem viu a série sabe bem do que estou falando) sem necessariamente perder a essência. Para aqueles que torcem o nariz para as modernidades e esquisitices do chef inglês (eu mesma já fui uma dessas pessoas) ainda assim o livro vale a pena, nem que seja apenas para conhecer mais da culinária italiana, sobre a qual ela fala bastante no livro.

Vai lá… finalmente a receita…

O que vai na sopa: grão-de-bico cozido em caldo de galinha, massa para sopa (pequena e de preferência de grano duro – eu usei argolinha), cebola, alho, um ramo de alecrim, talos de salsão picado, azeite extra virgem e manjericão.

Numa panela coloque o azeite, o alecrim picado finamente (finamente é finamente mesmo, ok?), a cebola, o alho e salsão e cozinhe em panela tampada e fogo baixo (mexendo de vez em quando) por uns 15/20 minutos, até que todos os ingredientes estejam macios e transparentes. Pegue parte do grão de bico cozido e passe pelo processador (ou liquidificador) junto com os ingredientes da panela (reserve a outra parte dos grãos inteiros). Leve a parte processada à panela novamente, mexa, junte a massa escolhida e deixe até que ela cozinhe. Ao final, junte os grãos inteiros do grão de bico, tempere com sal e pimenta do moinho e desligue. Se durante esse processo, o caldo for ficando muito espesso, pode ir acrescentando mais caldo de galinha.

Na hora de servir, coloque por cima folhas de manjericão rasgadas e regue com azeite honestíssimo.

Olha… que coisa boa meu pai! Coma rezando, de joelhos, pedindo perdão por todas as vezes que você achou que o Jamie Oliver era um fuinha.

* post originalmente publicado no blog Rainhas do Lar

3 Comments
  • Kalina Saraiva de Lima
    junho 25, 2013

    delicia de sopa!!! adoro sopa quentinha. adoro grao de bico.

  • Sophia
    junho 26, 2013

    Fabi, eu sei que vc não gosta de dar medidas… entendo que a parte do tempero é bem a gosto mesmo… mas me diz pelo menos qual a proporção do grão de bico pra massa: meio a meio? mais grão de bico? Na foto não dá pra dizer mto bem… e outra coisa, em que momento entra o caldo de galinha? Imagino que seja depois de processar os temperos com parte do grão de bico cozido, afinal, não se cozinha massa sem caldo, mas achei melhor confirmar… rsrs. De resto, a receita está com um aspecto fantástico e estou louca pra testar ainda essa semana! Bjos!

  • Eliana
    julho 2, 2013

    Ja Fiz essa sopa, vergonha a parte, vi em algum blog que não lembro. É divina, recomendo.
    Abs

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*