Ravioloni de pera assada e ricota de búfala

Já fez massa em casa? Pois eu te digo que é fácil e super gostoso e, embora não seja a coisa mais rápida do mundo, te prometo que vale cada minuto. Quer experimentar?

Você vai precisar de uma maquineta dessa de abrir a massa. Ah, mas não dá pra fazer sem ela? Dá, claro, mas isso acrescenta mais um bocado de trabalho no processo. A máquina funciona como um cilindro, que abre a massa e a deixa bem fininha. Você pode fazer isso no braço, com o bom e velho rolo. Leva tempo, mas substitui com louvor o aparelho de braço da academia (que, óbvio, eu não sei como chama).

A receita é básica – para cada 100gr de farinha, 1 ovo. Aqui eu uso farinha de trigo e semolina, que deixa a massa leve e al dente, eu adoro. Então, minha massa ficou assim: 100gr de farinha de trigo, 100gr de semolina, 2 ovos, 1 pitada de sal e 1 fio de azeite.

Em uma tigela a gente mistura a farinha e a semolina. Faz um buraco no meio e junta os ovos batidos com o azeite e o sal. Depois é só ir misturando. Transfira a massa para uma superfície lisa e enfarinhada e trabalhe-a bem, deixando lisa e uniforme, bem homogênea. Forme uma bola com a massa e envolva-a em filme plástico. Leve a geladeira por 30 minutos.

Depois de gelar um pouco, é hora de abrir a massa. Você porciona a massa e começa a passar pelo cilindro da máquina na abertura maior. Vai repetindo o processo e mudando a abertura do cilindro, até chegar no mais fininho. Com isso você já tem a massa pronta, que pode virar papardelle, talharim, lasanha, o que você quiser. Eu usei para fazer o que chamei de ravioloni, que é maior do que o ravioli comum, e eu fiz redondo, usando o cortador de biscoitos mesmo.

O recheio

Cortei 2 peras em cubos pequenos e levei pra assar em uma forma com vinagre balsâmico (umas 2 colheres de sopa). Assei até que ela ficasse bem caramelizada. Deixei esfriar e usei para rechear o ravioloni. Incluí ainda ricota de búfala amassada com azeite, sal, pimenta do reino e noz moscada ralada.

Finalizando

Para cozinhar o ravioloni é só usar água e sal. Coisa rápida, pra ficar al dente mesmo.
Um truque é reservar 1/2 xícara dessa água do cozimento para usar na hora de finalizar.

Eu não quis fazer molho nenhum e optei por manteiga e alecrim apenas (com sálvia também fica incrível). Coloquei manteiga em uma frigideira grande, aqueci, juntei alecrim, a massa, um pouquinho da água do cozimento, umas sacodidas na frigideira e pronto!

Pra servir, parmesão honesto e vinho, claro :)

ravioloni_passoapasso

7 Comments
  • Nataniel, o Metz
    maio 12, 2015

    Melhor coisa que fiz ano passado foi comprar uma batedeira e uma maquina de abrir massa. Já usei muito os dois em conjunto.
    Dias atrás eu e minha namorada, sem ideia do que fazer pra comer, resolvemos fazer massa à putanesca. Do momento da ideia até sentar na mesa pra jantar foi meia hora… massa caseira não tem preço nem comparação de sabor. É sempre muito melhor :)

  • Rosana
    maio 17, 2015

    Boa noite, Fabi. Tudo bem? Qual é a marca da sua máquina e onde posso encontrá-la?Bjux

    • Faby
      maio 21, 2015

      Oi Rosana!

      A minha é super simples, a marca é Lumina e eu comrpei há tempos na Preçolândia.

      Bjo!

  • Thais
    maio 27, 2015

    Faby,

    Comprei uma máquina de massa e estou com dúvida se devo deixar as massas secarem depois de passar pela máquina. E como?

    Beijo

    • Faby
      maio 27, 2015

      Eu nunca deixei secar, Thais. Sempre faço e cozinho-as frescas, pois prefiro assim.

      Bjo!

  • Andressa
    agosto 5, 2015

    Também acabei comprando uma máquina dessa, mas por falta de tempo só a utilizei umas 3 vezes.

    Sua receita despertou o meu interesse, acho que vou fazer.

    Obrigada pela receita.

  • Lia Oliveira
    agosto 4, 2017

    Muito Bom, eu vi algo parecido em um restaurante. Se eu aprender a fazer posso tirar onda com meus amigos. Muito Obrigado!!

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*