sh Charuto de acelga com frango > Pimenta no Reino

Charuto de acelga com frango

Eu adoro charuto e, embora minha versão favorita seja com folha de uva (receita aqui ó!), também curto essa variação levinha feita com folhas de acelga e frango desfiado. O preparo não chega a ser muito complicado, olha só…

O primeiro passo é cozinhar um peito de frango – daquele seu jeitinho, com seus temperos preferidos (eu uso cebola, alho, louro, pimenta calabresa e sal) e depois desfiá-lo miudinho. Se quiser dar uns tchans no frango, pode adicionar umas pitadas de curry na hora de cozinhá-lo – fica perfumado e saboroso. Guarde o caldo do frango para usar lá na frente, ok? Aproveite nessa hora para deixar um pouco de arroz de molho na água – aumente um pouco só a quantidade que você usa normalmente em casa pois lembre-se que esse é um prato único.

O segundo passo é aferventar levemente (bem levemente!) as folhas de acelga. O truque é cortar direitinho aquela parte mais grossa, deixando só a parte mais fininha, que vai facilitar na hora de enrolar. Guarde os talinhos mais duros para fazer um refogado picante estilo kimchi ou para colocar na sopa (adoooro acelga na sopa).

Leve ao fogo uma panela grande com água e quando ela ferver coloque as folhas de acelga por cerca de 1 ou 2 minutos – apenas o suficiente para deixá-las maleáveis. Retire da água e passe pela água fria, pra que ela não continue cozinhando, seque as folhas e reserve.

O próximo passo é escorrer o arroz que ficou de molho (uma meia horinha mais ou menos) e juntar nele o frango desfiado. Nessa hora você acerta o tempero, bota mais um bocadinho de sal, de pimenta, uma ervinha se quiser. Misture bem e comece a montar os charutinhos. Basta pegar a folha de acelga, colocar uma porção do recheio de arroz e frango em uma das pontas e ir dobrando, tomando o cuidado de deixá-lo bem fechadinho para que não abra na hora que for cozinhar.

O último passo é refogar alho e cebola numa panela grande, juntar um pouco do caldo do cozimento do frango que você reservou (pode descartar a gordura) e começar a dispôr os charutinhos na panela, um ao lado do outro, bem coladinhos. A ideia é que você forre uma camada bem apertadinha com os charutos e tenha caldo suficiente para cobrí-los. É nesse caldo que eles vão cozinhar e ficar bem saborosos.

Quando o arroz estiver cozido e o caldo já tiver secado, está pronto!

Sirva o charuto e regue-os com azeite no prato.

Parece complicado mas é dois-palitos, juro ;)

4 Comments
  • claudia
    março 1, 2013

    Deixa eu compartilhar contigo meu charutinho especial, receita de mãe: 1 maço de couve-manteiga, 250gr patinho moído cru, 250gr pernil moído cru, 1 xícara de chá de arroz cru (só deixo de molho quando uso o integral), suco de 2-3 limões, sal, pimenta do reino, zatar e azeite de oliva. Escaldo e retiro os talos das folhas de couve. Misturo todos os demais ingredientes crus. A montagem dos charutinhos é a mesma que a sua. Cozinho os charutos na minha panela de vapor. Simples, prático e bem magrinho.

    • Faby
      março 1, 2013

      Adorei a dica, Claudia! Nunca comi com pernil. Vou testar, deixa comigo! :)
      Beijo!

  • Márcia Cristina
    março 4, 2013

    Olá! lindos seus rolinhos. Uma dica: para “amolecer” a folha do repolho ou da acelga eu coloco uns segundos no micro ondas. Imagino a delícia que ficou. Parabéns pelo site, lindo de viver….

  • kalina saraiva de lima
    março 19, 2013

    charuto show!!!

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*