Ceia de blogueiras

Oi gente! E o Natal? Todo mundo sobreviveu, se empanturrou de comida e esteve perto dos amados, como todo Natal devia ser? Por aqui foi assim <3

Bom, a notícia hoje é que fui convidada pelo O Globo a fazer uma receita que fosse tradicional no meu Natal para uma matéria para a revista O Globo A Mais. Depois de muita indecisão, escolhi a Mousse de Chocolate (que já está aqui no blog), uma receita que aprendi com a sogra logo que me casei e que, desde então, não falta em um Natal sequer em minha casa (só alterei a quantidade de açucar ao longo dos anos – cada vez dimimuindo mais, rs).

Além de mim, participam da matéria as blogueiras Flora Refosco, Luanda Gazoni e Letícia Massula, com receitas deliciosas que você ainda pode aproveitar para o reveillon.

Para ver todas as receitas basta baixar o app O Globo A Mais e conferir tudo tintim por tintim :)

10658573_839880479389179_3477224323532643713_o

Torta de chocolate e limão

.update revival
Hoje uma leitora me pediu a receita da “minha famosa torta de chocolate e limão” e eu fiquei nostálgica ao revirar arquivos. Sete anos se passaram desde que publiquei essa receita pela primeira vez no extinto Rainhas do Lar e desde então ela aparece nas ceias das leitoras, nos aniversários, nos momentos felizes… Dez anos que algumas pessoas me acompanham, leem minhas receitinhas e as reproduzem em suas cozinhas, às vezes lembrando com carinho de mim.  Olha, não é por nada não, mas eu tenho um orgulho danado da minha trajetória blogueira, que começou láááááááá em 2000. Tô emotiva hoje, relevem :)

Eu ando empolgada com minhas novas fôrmas de fundo removível e particularmente inspirada em, como diria minha avó, “inventar moda”.
Então saiu essa torta que é mezzo doce, mezzo azedinha e que vai bem pra quem, como eu, não é fã de doces enjoadões.

Fiz uma massa básica de tortas, a mais fácil de todas, porque eu não me dou com essa coisa de massa sovada, crescida e o escambau. Entonces, triturei no liquidificador um pacote de 200gr de biscoito maisena e fiz uma farofinha fina. Coloquei numa travessa e acrescentei umas 4 colheres (sopa) de manteiga sem sal derretida e misturei bem. Com essa farofa mais úmida, forrei o fundo e as laterais de uma fôrma de fundo removível de 24cm. Levei ao forno pré-aquecido por uns 10 minutinhos e reservei.

Para fazer o recheio de chocolate…

Lembra que eu disse que sempre tenho chocolate meio amargo em casa (eu compro aquelas barras grandes pra quem trabalha com chocolate)? Então… peguei uns 300gr de chocolate meio amargo, derreti em banho maria, juntei 1 lata de creme de leite, 1 colher (sobremesa) de manteiga sem sal, 2 colheres de Nutella e 1/2 envelope de gelatina em pó sem sabor hidratada na água (veja instruções na embalagem e hidrate o envelope todo pois vamos precisar de mais 1/2 envelope para o recheio de limão, ok?)
Coloquei esse recheio sob a massa reservada e levei à geladeira enquanto fui fazer…

…o recheio de limão…

Bati no liquidificador 1 lata de leite condensado, 1 lata de creme de leite, 1/2 lata de suco de limão (se quiser menos azeda, pode usar menos suco de limão) e 1/2 pacote da gelatina em pó sem sabor hidratada.

Coloquei sobre o recheio de chocolate que já estava na massa, raspei chocolate por cima e levei à geladeira por umas 4 horas. Depois, foi só desenformar e servir.

Até pra quem não curte doces essa receita é boa, vai por mim =)

Creme de manga com hortelã e coulis de framboesa

Creme de manga
Se você procurava uma receita leve, refrescante, facílima e deliciosa para a ceia de Natal, achou! Esse creme de manga que aprendi com as meninas do GDFC atende todos esses requisitos e ainda é uma opção bem saudável para quem não quer enfiar os dois pés na jaca nas Festas. Ah! E também cai super bem em uma dieta detox. Ou seja, escolha certeira!

A preparação é tão simples que não dá nem pra dizer que seja uma receita. A conta é simples – 1 manga (Palmer ou Haden) para cada duas pessoas.
Tudo que você tem a fazer é descascar a manga, cortar e levar ao liquidificador com folhas de hortelã (quantidade a seu gosto). Bater e colocar em uma travessa ou tacinhas individuais e levar para gelar.

A graça extra fica por conta do coulis de cobertura. Coulis nada mais é do que um purê de frutas e fica perfeito em sobremesas levinhas.
São 5 colheres da fruta fresca (no caso, framboesa, mas pode ser morango, amora…) que vão para a panela e cozinham até virar uma calda. Eu usei polpa de framboesa – uma polpa serve 4 tacinhas. Quando o coulis estiver frio, é só colocar uma camada por cima do creme e voilà!

Eu não falei que era muuuuuito fácil? ;)

E aí, todo mundo no ritmo ragatanga natalino já? Aqui já teve até ceia! E ainda é dia 16! \o/

Banana assada com chocolate

Sobremesa para churrasco
Eu sempre recebo e-mails com dúvidas sobre o que servir de sobremesa em um churrasco. Pra fugir daquela coisa sorvete/salada de frutas e ainda aproveitar a churrasqueira que já está quente, a partir de agora passarei a dar essa sugestão SEMPRE, porque ó… fica muito bom e você não tem que fazer quase nenhum esforço, olha só…

Faça um corte na banana, sem descascá-la, e coloque nesse corte alguns tabletinhos de chocolate meio amargo (ou ao leite, se você preferir). Eu usei dois tabletes em cada banana (usei nanica), pra não ficar mega enjoado. Depois, embrulhe a banana em papel alumínio (com o chocolate virado pra cima) e leve à churrasqueira por 20 minutos ou até que ela esteja macia. Sirva quentinha – se tiver uma bola de sorvete para acompanhar, melhor ainda.

Minha mente já produziu uma variação possivel: nutella no lugar do tablete de chocolate. O que vocês acham? ;)

Façam e depois venham me contar se não foi sucesso.

Mousse de goiaba com coulis

PREPARA!

A Sabores da Semana do Pão de Açucar me convidou para criar uma receita com uma fruta da estação para seu canal no Youtube. O resultado está aqui -> Mousse de Goiaba com Coulis, bem levinha (à base de iogurte) e super fácil de fazer.

Vem, gente!

E a receita estará disponível também na versão impressa nos encartes do Pão de Açucar nesse final de semana. Pra você recortar e colar no caderninho de receitas, tá? <3


(olha a versão impressa aqui) 

Torta de maçã


Daí que a Maria de Lourdes me escreveu perguntando se eu sabia uma receita boa de torta de maçã e eu logo lembrei dessa minha, que não é igual aquelas tradicionais, mas que é fácil e bem gostosa.  A receita ainda não estava aqui. Agora está :)

A receita da torta vem da revista Claudia e tem, claro, algumas modificações por minha conta e foi publicada originalmente no Rainhas do Lar. Então… atenção formiguinhas devoradoras de tortas, aqui vai a receita da prática massa básica de biscoito que eu uso para toda e qualquer tortinha (porque eu já disse que não sou uma pessoa que sabe fazer massa, sovar e eteceteras)…

Para a massa: 1 pacote de biscoito maizena, 100gr de manteiga sem sal.

1. triture rapidamente os biscoitos no liquidificador (geralmente a posição pulsar já resolve a parada)
2. o resultado será uma espécie de farofinha, que eu gosto um pouco mais pedaçuda, mas aí vai do gosto do freguês
3. numa panela derreta a manteiga sem deixar ferver/queimar
4. misture a manteiga com a farofa de biscoito numa travessa
5. misture bem até formar uma farofa úmida
6. com essa farofa, forre o fundo de uma fôrma de fundo removível (para a receita da torta de maçã, o ideal é uma de 20cm de diâmetro)
7. faça o mesmo com as laterais da forma – vá moldando cuidadosamente a farofa nas laterais (não se preocupe, ela vai “grudar” nas laterais)
8. depois de toda forrada, leve ao forno pré-aquecido por uns 10 minutos, apenas o suficiente para dar uma ligeira dourada na massa.

Está pronta a base da torta! Essa receita também pode ser usada para tortas salgadas, substituindo o biscoito maizena por cream craker ou outro tipo de biscoito salgado (ou de água e sal).

O recheio

Para o recheio da torta de maçã… 3 maçãs descascadas e picadas em cubinhos, 5 colheres (sopa) de açucar, canela em pó, 1 lata de leite condensado, 1 lata de creme de leite sem soro, 3 gemas, 1 fava de baunilha, 1 envelope de gelatina incolor sem sabor.

1. leve a maçã com o açúcar ao fogo
2. cozinhe até que a maçã fique macia
3. retire da panela e separe 2/3 (reserve o 1/3 restante) da maçã cozida e leve ao liquidificador com 2 colheres (chá) de canela em pó
4. junte a maçã do liquidificador com o restante reservado e misture bem
5. com essa mistura de maçãs, cubra a base da massa já assada e reserve enquanto prepara o creme
6. numa panela coloque o leite condensado, as gemas batidas e as sementes da fava de baunilha
7. cozinhe mexendo sempre até que esteja bem homogêneo
8. transfira para uma travessa e junte o creme de leite e a gelatina hidratada com água (siga as instruções da embalagem)
9. despeje o creme por cima do recheio de maçãs, polvilhe canela misturada com açúcar por cima e leve à geladeira por 2 horas ou até servir.
10. depois de firme, decore a gosto – eu usei fatias de maçã que foram ao fogo com água e limão até ficarem quase macias, depois ajeitei sobre a torta e pincelei melaço (que eu levei ao fogo com um tantinho de água) e finalizei com um pau de canela.

Como eu usei uma fôrma maior do que 20 cm, tive que “aparar” as sobras da massa, uma vez que a quantidade de recheio era menor do que a altura da fôrma (por isso ela ficou mais fininha). Esfarelei um pouquinho das sobras e deixei nas laterais, o que deu, digamos, um ar “rústico” que eu curti.

Pra quem não curte tortas tão doces, acho que a rola substituir a maçã por abacaxi por exemplo… talvez aí o doce até se quebre um pouco :)

Rocambole ligeiro de chocolate


Pra começar a semana quebrando tudo, inclusive a promessa de iniciar a dieta. Segura na minha mão, reza pra Nossa Senhora da Balança Quebrada e da Caloria Adquirida e vem!

Fiz esse rocambole tempos atrás e a postagem ficou perdida no limbo, até que hoje a resgatei. Dia azedo merece uma postagem doce, não acha?

Essa não é exatamente uma sobremesa ninja, lindona, incrível e com habilidades patissière, já aviso. É um docinho ligeiro, sem compromisso e sem muita obrigação de ser aquele frisson todo que geralmente o chocolate causa nas pessoas (eu nem curto, vocês sabem).  E uma coisa precisa ser dita – o trem é doce. Bem doce.
E, pra finalizar essa longa introdução, devo dizer que chamei de ligeiro porque é rocambole que não tem que assar e talecousa. Você mistura tudo, faz uma espécie de massa, faz um recheio de coco (porque coco e chocolate ornam), gela e foi! Pá pum, quer ver só?

Faça o recheio com 1/2 lata de leite condensado, 1 colher de manteiga sem sal, 1 gema de ovo (peneira antes), 1 pacote de coco ralado e 1/2 caixinha de creme de leite.
Tudo meio… sabe porque? Porque como vocês podem ver na foto, eu usei a quantidade inteira e o resultado foi mais recheio do que massa, o que também não é legal.

Leva tudo ao fogo médio, mexe até engrossar e leva pra gelar. Vai virar tipo um beijinho.

Pra fazer a massa do rocambole você vai misturar numa tigela 2 xícaras de leite em pó, 2 xícaras de chocolate em pó (se quiser usar um meio amargo, melhor), 2 colheres de manteiga sem sal e 1/2 lata de leite condensado (se for preciso, pode colocar um pouquinho mais)

Mistura tudo com as mãos até que vire uma massa homogênea, como essa bolota aí da foto de cima… Depois, é so abrir essa massa usando duas folhas de filme plástico, assim ó…

Tira o filme de cima, coloca o recheio de coco e enrola como um rocambole, usando o outro filme plástico. Eu pincelei um pouco do recheio por cima e mandei bala num granulado, só pra fazer uma gracinha :)

Fecha bem as laterais e leva para a geladeira por umas 3 ou 4 horas. Retira da geladeira um pouquinho antes de servir.

Tem feriadão vindo aí. Quem sabe você não encara um rocambole desse, hein? Depois, na segunda, você começa a dieta de novo. Prometo que posto uma receita de salada :)

Cozinha da leitora – Galete de pera e figo

Essa receita linda de viver foi enviada pela leitora Kalina Morena…

Oi Fabi,
… tô mandando uma receitinha para, se possível, você publicar no ‘pimenta’. é a receita de uma galete de pera e figo, que ficou bem gostosa. tô no Brasil no momento, mas ainda vou voltar para a Inglaterra para concluir meu doutorado. entrementes, :-) me aventuro na cozinha.
muito obrigada e um abraço,
Kalina
http://www.thesotontimes.blogspot.com

Como nada pode ser tudo na vida, eu também tenho hobbies que me ajudam a aliviar as tensõesque me visitam. E assim tenho desenvolvido um talento na cozinha que me ajuda demais a relaxar e a comer bem [repara aí na modéstia]. Fazer um prato de comida, desde o planejamento da compra de ingredientes, produção e finalização com o mesmo à mesa de refeição é super legal porque me dá a sensação, muito boa, de completude. Acredite, essa experiência me ajuda nos projetos da vida.

Tirei essa receita da Mary O’Rourke  do ótimo The Waffle Window. Galete, a torta rústica. Essa é de peras e figos. Mary tem um canal no youtube. Lá ela ensina direitinho a fazer essa galete, com os detalhes nas instruções. Aqui vai minha tradução meio capenga da receita.

Galete de pera e figo

Porções: 6

Tempo de preparação: 2horas

Ingredientes para a massa

  • 1 copo de farinha de trigo
  • 1/4 colher de chá de sal (botei um pitada mínima)
  • 1/4 colher de chá de açúcar
  • 6 colheres de sopa de manteiga sem sal gelada – corte a manteiga em cubinhos.
  • 3 colheres de sopa de água gelada

Para o recheio

  • 700 gr mais ou menos de peras maduras e firmes [usei 3 peras e foi suficiente]
  • 1 colher de sopa de suco de limão
  • 4 colheres de açúcar
  • 2 colheres de chá de farinha de trigo
  • 1/4 colher de chá de pimenta do reino [black pepper] moidinha [usei baunilha ao invés da pimenta, mas sei que com a pimenta fica muito legal também]
  • 5 figos frescos pequenos
  • 1 colher de sopa de manteiga amolecida
  • 1 colher de chá de [turbinado sugar] usei um açúcar demerara crocante

Para osfinalmentes

  • 2 colheres de chá de [turbinado sugar] usei um açúcar demerara crocante
  • Água para pincelar a massa

Como fazer a massa

  • Peneire 1 copo de farinha de trigo com 1/4 colher de chá de sal [usei uma pitada minima] e 1/4 colher de chá de açúcar.
  • Ponha tudo numa vasilha pequena com os cubinhos de manteiga, usando duas facas ou suas mãos para juntar a manteiga à mistura seca até essa mistura ter a consistência meio esfarelada. Cuidado para não derreter demais a manteiga.
  • Adicione as 3 colheres de sopa de água gelada à massa. Se estiver muito seca, adicione mais um pouquinho de água gelada.
  • Forme uma bola da massa e bata até ficar na espessura de mais ou menos 2cm.
  • Guarde em plástico filme ou num saco plástico de guardar comida e deixe gelar por pelo menos 30 minutos, ou até por uma noite.

Como fazer o recheio

  • Enquanto a massa está gelando, misture 4 colheres de sopa de açúcar com a farinha de trigo e a pimenta.
  • Descasque as peras [ou não, como eu fiz. também fica bom com a casca] e corte-as em fatias no sentido do comprimento. Coloque-as numa vasilha com o suco de limão.
  • Corte os figos em metades.
  • Coloque um pouquinho da colher de sopa da manteiga macia e do açúcar [turbinado] ou demerara, primeiro a manteiga, depois o açúcar [ou açúcar branco ou mascavo] sobre os figos. Isso vai evitar que os figos ressequem enquanto assam. Deixe-os de lado enquanto vai montando a galete.

Como fazer a galete

  • Pré-aqueça o forno em temperature média.
  • Tire a massa do plástico da geladeira e o coloque-a numa superfície ligeiramente enfarinhada. Usando um rolo, abra a massa em mais ou menos 35cm de diâmetro.
  • Transfira a massa para um papel manteiga na assadeira, se preferir, ou diretamente numa assadeira ligeiramente untada de manteiga. Com o papel manteiga fica mais fácil no final tirar a torta da assadeira e transferí-la para o prato de servir.
  • Com a massa na assadeira marque um círculo de 20cm no centro da massa. Usei um prato de sobremesa para marcar levemente esse círculo, que vai ser o tamanho do recheio da galete.
  • Ponha no centro do círculo metade da mistura de pimenta / açúcar / farinha. Reserve a outra metade para jogar depois sobre as peras.
  • Arrange as peras que foram cortadas acompanhando o círculo na massa, uma fatia de pera mas ou menos cobrindo um pouco a vizinha.
  • Agora ponha a outra metade da mistura de pimenta / açúcar / farinha sobre as peras.
  • Arrange os figos no centro das peras.
  • Dobre a parte de fora da massa [como se a fechasse] sobre as peras, deixando a fruta do centro [os figos] exposta.
  • Molhe um pouco a massa com água, usando um pincelou as mãos e ponha o restante do açúcar demerara de maneira uniforme sobre a massa.
  • Coloque a torta no forno para assar por 40 a 50 minutos, até dourar a massa e as frutas estiverem / parecerem cozidas e um pouco suculentas. Fique de olho nesse tempo porque os fornos variam um pouco na temperatura.
  • Quando pronta, transfira a galete para o prato de servir. Passar uma espátula de metal por baixo da galete ajuda nessa hora. Transfira a galete ainda morna.
  • Sirva morna ou fria [eu comi com sorvete de baunilha. muito bom].

Achei a galete gostosa, com pera e figo o sabor ficou suave. Acho que fica legal com outras frutas também.

Bom apetite.

***
Obrigada por dividir conosco a receita, Kalina. Arrasou! ;)

Sobremesa no palito

Quem não tem dotes de confeitaria como eu, também vai gamar nessa ideia de sobremesa rápida, simples e deliciosa.

Fruta no palito + ganache de chocolate. Tem como não amar?

Para fazer a ganache

200gr de chocolate meio amargo derretido, misturado com uma caixinha de creme de leite e 2 colheres de conhaque.

Ganache de Nutella

1 vidro pequeno de Nutella e 1/2 lata de creme de leite. Leve ao microondas por 40 segundos, mexa bem e volte ao microondas por mais 30 segundos.

Na foto aí de cima, o toque especial ficou por conta do corte do morango, mantendo a folhinha… um charme. Abaixo outras ideias, mas a sua imaginação é o limite.


(Imagens: Schanna Uche (Pinterest), Bable.com, Shutterstock, Salma Al-Hasami)

Bolo de chocolate (molhadinho) com cobertura

Tá de dieta? Então já vou logo pedindo desculpas pela foto aí de cima e também já vou avisando que esse post é calórico só de ler. Desculpa ae :)

Estava chovendo, eu queria um docinho, o chocolate estava no armário, eu tinha um cadinho de disposição… pronto! Fui bater bolo, oras bolas! Quer dizer, bater não é bem a palavra porque esse aqui é de liquidificador, assim ó…

Coloque no liquidificador 3 ovos, 1/2 xícara de óleo de girassol e 1 xícara de chá de leite e bata uns cinco minutinhos. Numa tigela misture 2 xícaras de farinha de trigo, 1 xícara de açucar, 1 xícara de chocolate em pó, 1 colher sopa de fermento em pó e uma colherinha de café de sal. Mistura todos esses secos bem e comece a incorporar a mistura batida no liquidificador, mexendo bem. Pronto!

É só untar e enfarinhar a fôrma, colocar a massa e levar ao forno médio pré-aquecido por uns 40 minutos ou até passar pelo teste do palito.

:: gordices extreme ::

Depois de desenformar, faça furinhos no bolo e regue com uma misturinha de leite de coco, leite e açucar pra deixar o bolo beeeeem molhadinho e tchubi-tchubi :)

Numa panelinha faça uma espécie de brigadeiro mole com leite condensado, manteiga, chocolate em pó e creme de leite… cozinhe até engrossar e use para cobrir o bolo.

Gente, num é que tô virando boleira? Fabiana, Fabiana… quem te viu e quem te vê, hein? ;))))


Porque quem tá na chuva, é pra se molhar! :)

Gelatina colorida

Uma coisa sobre mim que talvez você ainda não tenha percebido: eu sou (um pouco) teimosa. Dito isso, fica fácil entender porque diabos eu inventei de fazer gelatina, ou melhor, inventei de passar o dia fazendo gelatina! O estopim dessa maluquice foi um post da Pionner Woman (não conhece? corre lá, pelamor!) com uma receita de gelatina linda, perfeita, irritantemente perfeita.

Oras, minha indignação com a perfeição da gelatina foi tanta que postei lá no Facebook do blog um comentário dizendo que queria conhecer os seres humanos capazes de tamanha perfeição. Pois não é que teve uma pá de gente me dizendo coisas do tipo “ah que nada, é mole!” “super fácil” “não tem segredo”? Enfim, tapa na minha cara que não sei fazer nem gelatina de uma cor só ficar boa. Dã :P

Corri para o supermercado e comprei SETE pacotes de gelatina…

– Ah é? Pois vou fazer uma gelatina colorida escândalo e é agouuuura! 

Sim, eu sou dessas que quando encasqueta com algo…. pffff! Só por Deus!

O resultado é esse aí – uma gelatina GLBT muito gostosinha, trabalhosa e impossível de desenformar direitinho na fôrma que escolhi (funda e sem buraco).

Receita não tem né gente? O lance é usar meia lata de leite condensado e uma caixinha de creme leite para fazer as faixas com o degradê das cores. Basta misturá-los bem e deixar reservado. Depois, basta preparar a gelatina conforme instruções da embalagem, separar metade do líquido já pronto e em uma dessas metades acrescentar um pouco da mistura de leite condensado e creme de leite. Ah sim, claro… tem que gelar camada por camada né? Não pode ter pressa nem afobamento.

Algumas dicas…

1) Prepare as gelatinas com menos água do que o recomendado na embalagem – isso a deixa firme mais rápido. Minha medida é 200ml de água morna e 100ml de água gelada;

2) Use uma forma de buraco no meio e deixe-a molhadinha antes de começar a colocar as gelatinas ou faça numa refratária retangular e depois corte-a em quadradinhos para servir (fica loosho);

3) Para desenformar, minha amiga Gisele Montenegro deu o truque: secador de cabelo! Passe-o pela fôrma e a gelatina vai desgrudar mais facilmente;

4) Se você for uma Jedi da paciência, que tal preparar potinhos individuais dessa gelatina para a criançada ou para a sobremesa daquela festa psicodélica que você sempre quis dar (como assim você NUNCA quis dar uma festa psicodélica? rs) ?

Por fim, como a minha gelatina ficou bem feia, acendi lá no Face uma polêmica e comecei uma campanha para libertar as comadres que se frustram quando a receita pronta fica uó e bem diferente da foto da revista. Photoshop eCZiste, gata! E eles usam MUITO na foto da receita #ficaadica

Moral da história: seja feliz com a gelatina que Deus te deu :)

Ah! Você ainda não curte o blog lá no Facebook? Ah vá! Corre lá, criatura!

Fica aqui bem claro que, pra mim, a mestra suprema da gelatina colorida é a Heloisa Montenegro. E ela nem precisa de Photoshop! (irritante, igual a Ree Drumond…rs).