bolos e tortas doces Receitas sobremesas

Quesada pasiega

Receber alguém no meio tarde para um cafezinho pede um bolo, um docinho, uma gostosurinha qualquer. Minha escolha foi a quesada pasiega, doce espanhol que lembra muito o nosso bombocado, só que feito com queijo minas fresco. A receita vem da coleção País a País.

Você vai precisar de:
800 gr de queijo minas fresco, 100g de manteiga, 350g açucar, 125g de farinha de trigo, 4 ovos, 1/2 limão siciliano, 1 colher sobremesa de canela.

Esfarele bem o queijo, sem soro com um garfo, tampe e reserve.
Bata (eu usei batedeira) os ovos, acrescente a manteiga derretida, o queijo fresco, a canela e casca ralada de 1/2 limão. Bata devagar até obter uma mistura homogênea. Junte o açucar, a farinha e bata até estar uniforme.
Leve ao forno pré-aquecido em forma untada com manteiga (não deve exceder 3 centímetros de altura). Asse por 30 minutos ou até que passe pelo bom e velho teste do palito.

A receita bem que lembra o bombocado, é verdade, mas é muito mais saborosa, vai por mim. A canela com o limão fazem toda a diferença.

Sirva com café fresquinho e faça uma visita feliz :)

* post originalmente publicado no blog Rainhas do Lar

Você Pode Gostar Também

2 Comentários

  • Reply
    Saskia
    23 de abril de 2011 at 16:30

    Querida Faby,
    Há uma região autónoma da Espanha chamada Cantábria. Esta região é composta por uma única província, Santander. E Santander é uma esmeralda cortada por altos picos nevados e belos vales verdejantes. E isto não é conto de fadas, é assim mesmo!

    Em um destes vales, o Valle del Pas (Pas é o nome de um rio que corta este vale), existem e existiram pessoas que sobreviveram ao frio chuvoso e ao verão chuvoso, levando seu gado de um lado para o outro. Os pasiegos (naturais do Valle del Pas) criaram pratos únicos na gastronomia espanhola, e entre eles está a Quesada Pasiega.

    Este doce é a sobremesa mais tradicional de Cantábria, e conta-se que ao juntarem sobras de leite e coalho que começavam a estragar, criaram esta sobremesa deliciosa com aquilo que seria jogado fora. Se é verdade ou não, não faço idéia. Mas o doce tradicional que existe há mais de 100 anos, de fato é delicioso.

    Dizem que na versão original, era adoçado com mel. Hoje é com açúcar mesmo. Há versões na qual leva licor (algum qualquer) e versões que não leva licor algum. Há também versões que se afirma que ao invés do queijo fresco, levaria coalho, ou seja, no doce tradicional não vai queijo coisa nenhuma. Resumindo, há variações, e algumas um tanto complicadas. Bem, divagações sobre a receita original vou deixar aos colegas de profissão que estudem por nós. Fico com a versão que os aromas e sabores de minha infância;espero que gostes.

    Já provei várias queijadas, queijadinhas, mas nenhuma tem a consistência e o sabor suave desta quesada. Normalmente vemos as queijadinhas em formas individuais, mas esta é feita em uma única forma, ou assadeira.

    Há na net, uma versão simples e bem prática. Para quem não é tradicionalista, serve e muito bem. Esta receita encontrei na net, em espanhol. Traduzi para o bom e velho português (tradução livre e despretenciosa), visto que nem todo mundo tem obrigação de entender a boa e velha língua de Cervantes.

    QUESADA PASIEGA

    Ingredientes:

    150g de queijo fresco de vaca
    4 ovos batidos
    2 iogurtes naturais
    2 copos (dos de iogurte) de leite de vaca
    1 copo (do de iogurte) de açúcar
    1 copo (do de iogurte) de farinha de trigo peneirada
    1 copo (do de iogurte) de creme de leite
    1 pitada de sal
    casca de limão ralada
    canela para polvilh

    Modo de Preparo:

    Cortar o queijo em pequenos pedaços. Bater os iogurtes, a casca de limão, o açúcar e o queijo, com a varinha mágica (ou no liquidificador), até ficar uma mistura homogênea. Acrescentar os ovos batidos, o creme de leite e o leite. Por último misture a farinha. Coloque em uma assadeira untada e leve ao forno em temperatura média por cerca de 45 minutos, ou até ficar dourada por cima. Desenforme já fria e com cuidado, pois quebra com facilidade. Polvilhe com canela a gosto.

    1) Se ficar muito branquela após 45 minutos de forno, não retire, deixe um pouco mais. Mas atenção nas laterais da forma para não queimar dos lados deixando muito tempo. Dependendo do forno, com menos de 45 minutos já está boa…

    2) Há diferentes tamanhos de copos de iogurte? Sem problemas, isto não afeta o resultado final. Uma deliciosa queijada…

    3) Devo confessar que na receita que fiz em casa, coloquei 250g de queijo fresco.
    Beijoss,Saskia

    • Reply
      Faby
      23 de abril de 2011 at 18:45

      Saskia, que comentário lindo! Adorei a história, adorei a receita, tudo.
      Obrigada, viu?

      Um beijo doce!

Deixe uma Resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.