cozinha rápida pratos únicos principais reaproveitamento Receitas tortas e quiches vegetarianos

Rocambole folhado com ricota, abobrinha e passas

Rocambole folhado
Oi bonitezas, tudo bem com vocês? O calor também deu uma trégua por aí? Por aqui ele deu uma amenizada mas eu continuo sem vontade de comer coisas muito pesadas e fumegantes. Dia desses, no auge da preguiça e da esbaforice, inventei esse rocambole pá-pum que ó, ficou delícia.

É uma coisa tão boba que não dá nem pra dizer que seja receita, saca só…

O grande lance desse rocambole é você ter uma caixinha esperta de massa folhada em seu freezer. Eu sempre tenho! A bichinha descongela rapidinho e quebra diversos galhos. Fora que eu acho bem gostosa. Mas ó, se você quiser fazer sua própria massa folhada, go ahed! Dou a maior força e já acendo uma vela aqui pra ti, porque ó… você é um(a) santo(a)! Rá! ;)

Bom, com a massa folhada em mãos, agora é hora de fazer o recheio. Nada mais do que ricota esmagadinha com uma abobrinha ralada (crua mesmo) e um punhado de passas. Só isso! Tudo que você tem a fazer é misturar bem os ingredientes e temperar com sal, pimenta do reino moída na hora, noz moscada ralada e uma ervinha pra dar uma felicidade nessa mistura (eu usei salsinha).

É só distribuir o recheio por cima da massa aberta, fechar como um rocambole, colocar em uma fôrma (usei a de bolo inglês), pincelar com uma gema e levar ao forno médio preaquecido até que esteja douradinha… coisa de uns 30, 40 minutos.

Fácil né? E com uma saladinha acompanhando você já resolve a questão do almoço ou jantar e ainda come sem culpa uma coisinha leve e gostosa.

Curti :)

rocambole_folhado_pap
(passo a passo mais fácil do Oeste!)

Você Pode Gostar Também

11 Comentários

  • Reply
    Mônica
    18 de fevereiro de 2014 at 14:18

    Será que vai dar certo se eu trocar a abobrinha por berinjela?

    • Reply
      Faby
      18 de fevereiro de 2014 at 15:21

      Hmmm, eu acho que sim, Mônica. Mas ao invés de ralar, corte a berinjela em cubinhos pequenos. Creio que ralada ela vai soltar muita água.

      Me conta depois se deu certo?
      Bjo!

      • Reply
        Monica
        19 de fevereiro de 2014 at 15:01

        Obrigadinha pela resposta, Fabyzinha! Pode deixar que, assim que fizer a receitinha com a berinjelinha, te conto como ficou o saborzinho… acho que vai ficar uma delicinha! E liga, não fofinha; tem gente que é assim mesmo: chatinha.

        • Reply
          Faby
          19 de fevereiro de 2014 at 16:05

          Pois é Monica, gente mal amadinha.
          Acontece :)

          Beijinho e boa semaninha pra você!

  • Reply
    Paula
    19 de fevereiro de 2014 at 3:38

    Ótima receita, mas escrever no diminutivo é meio ridículo… E essa sua maneira de escrever “engraçadinha” é demasiadamente cansativa. Claro que deletará esse comentário (e deve) mas é só uma observação que deveria ser pensada. Forçar uma intimidade nas palavras ou na escrita sem tê-la, às vezes, soa muito antipático.

    • Reply
      Faby
      19 de fevereiro de 2014 at 9:32

      Oi Paula,

      Que nada! Vou apagar pra quê? Eu acho bom que as pessoas vejam o tipo de coisa que a gente tem que ler/ouvir quando resolve ter um blog. Faz parte, gata.
      Agora, eu não devo pensar na sua observação não. Sabe porque? Porque eu escrevo do jeito que quiser, simples assim. Ninguém tem que me dizer como eu devo soar ou que palavras devo usar. E o melhor de tudo sabe o que é? É que para cada comentário desagradável como o seu vem outros dez super fofos (ou melhor, fofinhos, pq eu adooooro dimimutivos). É uma balança. Por enquanto, eu ainda estou ganhando :)
      E, já que vc me deu uma sugestão, também eu lhe darei uma: tem MILHARES de blogs na internet que não escrevem no diminutivo, não são “engraçadinhos” e tampouco antipáticos. Vai lá, Paula! Eu não vou mudar meu jeito de escrever porque uma pessoa veio aqui me dar esse “toque”.
      Vai procurar tua turma, vai.

      Beijinho no ombro ;)

      • Reply
        Gláucia
        19 de fevereiro de 2014 at 15:28

        Adorei…Adorei…a receita e a resposta!!!!
        Teu blog só tem a acrescentar. Continue sempre. Parabéns!!!!

  • Reply
    Jeane
    27 de fevereiro de 2014 at 9:46

    Acompanho e adoro o blog desde sempre (silenciosamente) mas agora tinha que comentar: Como assim “forçar uma intimidade nas palavras ou na escrita sem tê-la…” ?!! Só quem não acompanha a Faby desde o Rainhas do Lar poderia ser tão inadequada!! Parabéns, continue a nos deleitar com suas receitas e palavras “fofinhas”!

    • Reply
      Faby
      27 de fevereiro de 2014 at 12:42

      Hahahahaha, Ô Jeane, liga não… tem gente que não manja o que é amar fazer um blog. Daí a pessoa acha que a gente tem que ter postura de portal, sabe?
      Eu hein!

      Deixa quieto…rs

      Bjo!

  • Reply
    Rosane
    21 de março de 2014 at 0:29

    Tive que comentar.
    Voltei para ler a receita de novo porque não tinha notado os diminutivos, quer saber? Nada a ver esse comentário. Me diz uma coisa qual a marca de massa folhada que você usa?

    • Reply
      Faby
      21 de março de 2014 at 12:21

      Deixa pra lá, Rosane. Esse tipo de voodo sempre baixa por aqui….rs

      Eu uso a marca Arosa e é muito boa.

      Bjo!

Deixe uma Resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.