de festa peixes e frutos do mar Receitas

Paella de frutos do mar

Vamos lá, antes de começar o post da paella vocês vão me prometer não entrar numas, ok? Digo isso porque toda vez que a gente posta uma receita típica ou muito tradicional, sempre aparece aquela turma “do contra”, manja? Que o original isso, que o clássico aquilo … e em pouco tempo lá estou eu, arrependidaça e com vontade de deletar o mundo.

Oras, quem frequenta esse blog já deve ter uma coisa em mente – esse blog não é de gastronomia, não é uma bíblia culinária e não é escola pra nada. Aqui, fica registrado o que rola na minha cozinha, lá na minha casa, no lugar onde reina o que EU quero e COMO eu quero, e não em um restaurante que precisa se ater a métodos, ingredientes e tudo mais. Logo, é de se esperar que apareçam por aqui minhas próprias interpretações de receitas clássicas, tradicionais – sim, porque eu não acredito em versões absolutas (okey, vá lá…talvez só da feijoada) e sim em olhares diferentes, em cozinha de improviso, de momento, de adaptações – muitas aliás jamais aceitas por grandes cozinheiros ou por aqueles que se dizem (ou se julgam) detentores da sabedoria suprema.

Uma vez lá no Rainhas, coloquei uma receita ou uma foto, não me lembro, de um almoço temático que uma amiga fez. O tema era comida baiana, feita por uma paulista e com toda licença poética e prática que isso representa. Resultado – muita gente dizendo que estava errado, que não era assim, que isso e que aquilo. Mas gente! Se a comida é tua, você tem o direito de fazer como quiser, de chamar como quiser!

Aconteceu inúmeras outras vezes, com gente pitacando no meu carbonara, no nome do pudim da Katita… enfim, sempre vai ter alguém achando que aquilo não está correto ou que existe uma maneira mais “certa” de fazer… mas né, vamos tentar sempre entender que em um blog – ou pelo menos em um blog que não se pretende escola de nada – você vai encontrar apenas e tão somente o jeito do outro – esteja ele certo ou errado. Ponto.  Se você precisar de receitas originais, técnicas corretas ou mesmo se for uma parada acadêmica, com toda a necessidade que isso representa, vale a pena consultar fontes específicas.

Bom, falei mais do que a mulher da cobra, eu sei… mas as vezes é bom a gente bater esse papinho, alinhar expectativas, trocar figurinhas… afinal, nós estamos aqui é pra isso mesmo, não é? E para quem está chegando por aqui agora, já é bom saber o que esperar: a cozinha da Faby – às vezes errada, muitas vezes louca e quase nunca perfeita, mas sempre feita com a melhor das intenções ;)

Então, sem mais lenga-lenga, aqui vai a minha receita de paella de frutos do mar, que ó… é boa a beça :)

Para começar, você deve usar uma paelleira, ou seja, uma panela como essa aí da foto, própria para fazer paella. Mas daí a comadre vai me dizer “mas, Faby, eu não tenho esse diabo dessa paelleira, então não posso fazer paella?”. Então, minha gente, a minha resposta é: não sei. Rá! Verdade! Eu nunca vi uma paella feita em outra coisa que não fosse essa panela própria, então não saberia dizer como substituí-la. Qual a diferença dessa panela? Basicamente ela tem uma superfície grande e não é alta nas laterais, ou seja, é uma panela que lembra bastante uma frigideira, só que maior. Sendo assim, até arriscaria dizer que, se você tem uma frigideira bem grande (como uma minha que é enorme), talvez consiga fazer paella nela, mas certeza, certeza mesmo… eu não tenho não. De modos que, se alguém aí tiver alguma dica, estamos prontos para ouví-la, ok?

Bom, paelleira (já vi grafado como paellera também) em mãos, aqueça nela 5 colheres (sopa) de azeite e doure 1 cebola picada e uns 3 dentes de alho picadinho, junte 1 xícara de pimentões picados (usei basicamente amarelo e um pouco do vermelho – evite o verde, ok?) e uns 4 tomates sem pele e sem semente picadinhos e deixe que tudo dê uma ligeira cozinhada. Nesse momento junte umas 200gr de ervilha fresca (eu esqueci e tive que apelar para a latinha, que definitivamente não é a mesma coisa).

Agora, comece a juntar os frutos do mar – você vai precisar de 500gr de camarão sem casca, 200gr de vôngole,  200gr de mexilhão, 200gr de polvo limpo e cozido e 200gr de lula limpa em rodelas. Acrescente mais ou menos 1 copo de vinho branco seco e deixe evaporar um pouco. Complete com caldo de peixe (eu usei as cascas e cabeças do camarão para fazer um caldo delicioso) até quase a borda da panela e deixe ferver.

Quando começar a ferver, junte 2 xícaras de arroz, espalhado em toda a panela. Sobre o arroz: a receita original é feita com arroz Bomba, nem sempre fácil de encontrar, então eu sempre vou de agulhinha mesmo.

Nesse momento, acerte o sal e coloque o açafrão – eu usei os pistilos, mas se você quiser usar a versão em pó deve dar mais ou menos umas 2 colheres de sopa.

Cozinhe por mais ou menos 20 minutos, acrescentando mais caldo se for necessário durante esse período. Decore com tiras de pimentão vermelho e frutos do mar – camarões e mexilhões com casca por exemplo (eu não tinha camarões enorrrrrrrrrrrmes pra decorar, ó que chato?) e salsinha picada.

Esse é aquele tipo de prato para servir assim que fica pronto – pá-pum, sabe? Então, fazer paella é legal para envolver a família, os convidados… faça um bom mise en place, abra um vinho e deixe todo mundo em volta da panela, esperando o momento de saborear essa delícia.

Ah! Eu gosto de paella com azeite do bom (vale a pena investir em um especial para a ocasião), regado no prato … e gosto da raspinha que fica no fundo da paelleira, quando forma aquela crostinha, sabe? Afff, tinha alguma chance de uma maníaca por arroz como eu não curtir um prato desse? Ainda mais com frutos do mar, que também são minha paixão?

Paella é coisa de Deus, minha, gente! E que Ele abençõe os espanhóis, que inventaram essa maravilha!

Você Pode Gostar Também

63 Comentários

  • Reply
    YES we Cooking
    10 de junho de 2011 at 18:09

    Maravilhosa essa paella!!! E nem precisa se preocupar pq só de olhar dá p/ ver que não deixa nada a desejar… Bom final de semana! Beijos, Cecilia

  • Reply
    Ernesto
    10 de junho de 2011 at 18:28

    Legal,mas onde está a receita? Só fotos?

  • Reply
    Lela
    10 de junho de 2011 at 19:13

    Faby, dá licença, né? Que a Paella é minha e eu faço como eu quiser? rs
    E olha, vou te contar, que coiiiiiiiisa que tá isso aí, heim? Uma cara maravilhosa!!!
    Bjs
    Q bom q vc melhorou da gripe, ninguém merece…bom fim de semana!!!

  • Reply
    Leilah
    10 de junho de 2011 at 19:25

    Coisa linda!

  • Reply
    Ana Lu
    10 de junho de 2011 at 19:30

    Parabéns por seu post, muito bom esclarecer e colocar ” o seu modo de preparo”, continuo sua fã, desde o rainha, alias as suas receitas eram as minha favoritas lá.
    Continue firme e sempre com o blog, não delete nada, além dos comentários inconvenientes.
    Abração.
    Ana Lu

  • Reply
    Danielle
    10 de junho de 2011 at 21:10

    Faby! Tá linda essa paella, deu até vontade de fazer, já que eu sempre recuei porque achava que dava muito trabalho…
    Mas a receita vai ficar só nas fotos ou vc vai passar o tim-tim por tim-tim?

    Bjs

    • Reply
      nilda
      4 de setembro de 2019 at 11:06

      oiiiiii! você leu o que ela escreveu? pois a receita ta ai kkkkkk. eu entendi muito bem. tchau.

  • Reply
    Gabi Greis
    10 de junho de 2011 at 23:12

    Muy rica esta paella!!! :)

  • Reply
    Bárbara
    10 de junho de 2011 at 23:56

    U-A-U ! ! ! ! ! Agora vou ter que dormir com essa imagem… Ai que fomeeee!!!!! Que água na boca!!!!! Faby, eu te odeo!!!! :))))
    Ps: Esporro inspirado! rsrsrsr

  • Reply
    Lisete Lungarezi
    11 de junho de 2011 at 6:52

    Bom dia! Adoro seu site. Sempre dou uma passadinha aqui para xeretar….já fiz várias receitas e meus convidados adoraram. Estava vendo a receita de paella e não consigo ver onde está a lista de ingredientes e o modo de preparo.Poderia me ajudar? Continue nos alegrando com seus posts é muito bom.Obrigada .Abraços

  • Reply
    Dani Falcão
    11 de junho de 2011 at 11:47

    “Ler um livro é para o bom leitor conhecer a pessoa e o modo de pensar de alguém que lhe é estranho. É procurar compreendê-lo e, sempre que possível, fazer dele um amigo.”
    Hermann Hesse (* 2 de julho de 1877, em Calw bei Stuttgart, Alemanha – † 9 de agosto de 1962, em Montagnola, Suíça), escritor alemão.
    Naquela época ainda não havia blogs, podemos trocar livro x blog e selar a paz neste Reino apimentado, não é minha gente?

  • Reply
    Krys
    11 de junho de 2011 at 12:02

    Voltou arrasando, hein? ;)

  • Reply
    lourde
    11 de junho de 2011 at 12:58

    Ué…não veio com a receita?

  • Reply
    Fábio
    11 de junho de 2011 at 17:43

    Uai Faby, cadê a receita? É só as fotos mesmo?

  • Reply
    Veridiana
    11 de junho de 2011 at 22:27

    Táh bonito o prato, feito com muito esmero! Mas a cozinha é SUA, a receita é SUA, mas frutos do mar rola um revertério dentro do Meu estômago :-( . Não fique brava comigo, gosto da sua cozinha!!! beijos**

  • Reply
    Erica
    11 de junho de 2011 at 23:15

    Oi Faby
    é passo-a-passo só de fotinha?
    Esse caldo de legumes é só o vinho e o caldo normal?
    E o arroz pode ser comum tb?
    Aquele kit paella congelado do mercado vale a pena ou é suicídio?

    bjo

    • Reply
      Faby
      12 de junho de 2011 at 13:30

      Erica, a receita não entrou, mas já acrescentei no post.
      Eu usei caldo que fiz com as cascas do camarão, mas pode ser de legumes também e até de galinha.
      O arroz eu usei comum.
      Os kits de paella são ótimos – eu mesma compro sempre, não só os de paella mas os de moqueca, de risoto… são uma mão na roda, apesar de um pouco mais carinhos.
      Outra opção massa são aqueles saquinhos com polvo e lula já limpos e cozidos… afff, deu vontade de comer um deles mas a paciência pra lidar com frutos do mar está zero? Pode se jogar nos saquinhos que dá supr certo sim. (e os puristas que não me ouçam né? rsrsrsrs).
      bjo!

  • Reply
    luciana
    11 de junho de 2011 at 23:36

    Amiga, concordo com seu desabafo..não é pq uma “coisa” já existe que ela não possa ser modificada e mtas vezes melhorada….Tudo na cozinha é empírico e por isso é tão fascinante,criativo e deliciosooooooooooooo…..Fui!!!
    Ah!!!…kd a receita????…só vi as fotos…..

  • Reply
    Alessandra
    12 de junho de 2011 at 0:10

    Adorei a sua ‘introdução’, defendendo o que você acredita e quer fazer, até porque sempre tem um pitaqueiro e um senhor sabe-tudo de palntão. Ah! E a receita também. Amo frutos do mar.

  • Reply
    Cláudia Goulart
    12 de junho de 2011 at 9:28

    Cadê a receita,,,,,,quero provar….hummmmm!!!!!!!!!!!!!

  • Reply
    Tânia
    12 de junho de 2011 at 9:47

    Não vi a receita, apenas as apetitosas fotos. Tentei procurar em tudo, mas sempre caía só nas maravilhas fotográficas.

  • Reply
    Faby
    12 de junho de 2011 at 11:40

    Genteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee, a loka aqui colou um “leia mais” com a receita e ele simplesmente não apareceu! Não tô sonegando a receita não, minha gente! kakakakaka
    Vou digitar tudo de novo agora, fiquem tranquilos…. rs

    Beijinhos!

  • Reply
    Mila
    12 de junho de 2011 at 13:05

    Faby, está linda de morrer!!
    Ah, comentário breve… você e seus esmaltes vermelhos!!! Acho lindo!!

    • Reply
      Faby
      12 de junho de 2011 at 13:22

      Oi Mila, que saudade!

      Ah, os esmaltes… agora estou numa fase cinza/roxo…kakakakakaka

      Bjo!

  • Reply
    Kaka Gaucha
    12 de junho de 2011 at 20:01

    Oi Minha linda!
    Bom, a foto é linda, mas não curto paella, não como frutos do mar mas fico feliz em
    te ver de pé, cozinhando coisas lindas assim.
    Hum…esse teu desabafo..espero que não tenhas recebido críticas na tua casa nova.
    Espanta ess tipo de gente. Que fique só pessoas de bem, com energia positiva.
    Te envio um super beijo e um abraço quente aqui do Sul.
    Beijocas
    Kaka

  • Reply
    Cozinha Perfumada
    13 de junho de 2011 at 10:38

    Faby! Que paella linda !!Completissima e deliciosa !! Nham nham!! Fiquei com água na boca quando vi…!! rs Já fiz paella em casa, e usei a paelleira também…acho que vale apena investir numas panelas especiais de vez em quando! Fiquei empolgada de fazer outra vez,ainda mais eu pego esses ingredientes de frutos do mar daqui fresquinho do Nordeste ! Que Deus abençoe os espanhóis com sua paella… hahaha

    Beijos!

    Tereza

  • Reply
    Zilma
    13 de junho de 2011 at 11:21

    Oi faby,
    Adoro paella! Vou tentar esa receita, as fotos ficaram otimas!
    Bjs,
    Zilma

    • Reply
      Faby
      13 de junho de 2011 at 14:27

      Tks, Zilma! Me conta depois tá?

      Bjo!

  • Reply
    Marina
    13 de junho de 2011 at 11:53

    Oi Faby
    será que dá prá usar uma assadeira redonda no lugar da paellera? Estou morrendo de vontade dessa sua paella, hummmmm….
    Bjs.

    • Reply
      Faby
      13 de junho de 2011 at 14:27

      Então Marina, é como eu disse… eu realmente não sei pq nunca vi feita em outro lugar…mas né, tem que testar, pode ser que dê certo sim.

      Se vc fizer, não deixe de voltar aqui pra contar tá?

      Bjo!

      • Reply
        chicken recipes
        14 de junho de 2011 at 12:34

        Eu não tenho esta panela própria para fazer a paella, mas já fiz em uma frigideira teflon grande e ficou muito bom também. Acho que até uma boa wok dá para quebrar o galho.

        • Reply
          Faby
          14 de junho de 2011 at 13:49

          Chiken, eu acho que uma wok pode resolver sim… desde que ela não seja muuuito alta :)

          Bjo!

  • Reply
    Tatiane Ferresi
    13 de junho de 2011 at 14:28

    E que volta triunfal hein!!!!!!! ADORO!!!
    As fotos ficaram lindas, dah quase pra sentir o cheirinho do lado de cá da telinha!
    :)

  • Reply
    Paulo Cesar
    24 de fevereiro de 2012 at 17:00

    Faby,
    Sempre quis fazer uma paella em minha casa, entretanto faltava a coragem.
    Agora, no sábado de carnaval, eu e minha mulher tomamos coragem e diante das diversas opções na internet escolhemos a sua receita. Que feliz escolha: a paella ficou ,maravilhosa! Parabéns e obrigado pelas dicas.

    • Reply
      Faby
      24 de fevereiro de 2012 at 17:58

      Ebaaaaaaaaaaaaaaa, que bom Paulo Cesar! Adoro quando um plano dá certo :)

      Bjo!

  • Reply
    CARLOS
    3 de junho de 2012 at 0:55

    FABY VI A SUA RECEITA E SEUS COMENTARIOS…RRSRSR VC É MUITO AUTENTICA . ADOREI..VC . BJS E QUE DEUS TE ABENÇOE A CADA DIA …

    PS. NÃO TENHO PAELHEIRA…VOU FAZER NA PANELA COMUM MESMO…VOU ARRISCAR.

  • Reply
    Luciana
    24 de julho de 2012 at 18:02

    Oi Fabi:
    Que bom que encontrei a receita de paella por aqui…é certeza de sucesso fazer uma receita sua! Bem, este final de semana vai ter paella lá em casa para receber uns amigos. Você saberia dizer o rendimento desta sua receita? Seremos 4 adultos e 2 crianças com estômago de passarinho. Será que dá?
    Bjs,
    Lu
    E.T.: E depois te mando as fotos e os comentários para vc. ver o sucesso que sua receita fará lá em casa…(a esperançosa de que tudo dará certo!)

    • Reply
      Faby
      25 de julho de 2012 at 20:02

      Oba Luciana! Vou esperar!

      Bjo!

  • Reply
    Júlia Fariña
    20 de dezembro de 2012 at 15:57

    Gostei da receita,eu faço dessa maneira !E seu humor é ótimo tb!Obrigada.Abraços

  • Reply
    Giovanny Pinheiro
    22 de dezembro de 2012 at 15:58

    Muito legal o blog, parabéns!
    Vou fazer essa paella hoje.

  • Reply
    DILENE
    29 de dezembro de 2012 at 19:58

    Adorei essa receita Fabi , ficou mara….

    Um ótimo 2013 .

  • Reply
    Karin
    12 de janeiro de 2013 at 10:42

    Primeiro dia de férias…comprei um fogareiro, uma panelinha show e vou fazer a Paella…. buscando receitas, achei a sua e pensei… concordo com tudo…. é assim que gosto de cozinhar!!!! Na minah casa, do meu jeito, mudando o que quero e trocando coisas que as vezes não achamos!!!! Vamos ver se fica bom…. Abraço!

  • Reply
    Michel Costa
    29 de janeiro de 2013 at 23:37

    Eu ia fazer uma Paella aqui em ksa para comemorar com a minha esposa nossos 8 anos de namoro, mas percebi que é comida demais, prum casal só, rsrsrs. Como ainda vou fazer essa danada dessa paella, vou chamar uns amigos nossos para comemorarem conosco. Se for para fugir da dieta, que seja em high style, hehehe.

    Muito boa a receita, e ficou muito bonita nas fotos, parabéns!!

    Há braços.

    Michel Costa

  • Reply
    Daniella
    4 de setembro de 2013 at 12:11

    Adoreiiii!! Adorei tudo… a receita, seus comentários, sua descrição!! Só acho que podia ter maisssss fotos!! kkkk

  • Reply
    Marcos Pereira
    6 de setembro de 2013 at 21:06

    Esta receita serve quantas pessoas?
    Para dez pessoas qual a quantidade de arroz?

    • Reply
      Faby
      10 de setembro de 2013 at 13:37

      Oi Marcos, rende 6 porções.

      Bjo!

  • Reply
    Bete
    10 de outubro de 2013 at 17:28

    Fiz esta deliciosa receita e foi um sucesso, todos gostaram muito, convidei alguns amigos e enquanto eu fazia eles iam se deliciando com o aroma. Muito abrigada pela receita, Deus te abençoe.

  • Reply
    Valdeir
    30 de novembro de 2013 at 17:20

    Me gusta mucho la receta, pero esta paella es todo que quiero ahora junto a mi y mi familia, yo voy hacerlo el fin de semana.
    Muchas gracias.

  • Reply
    Priscila
    14 de janeiro de 2014 at 16:37

    Primeira vez por aqui e achei a receita que estava procurando! Sensacional!

    • Reply
      Faby
      14 de janeiro de 2014 at 18:23

      Seja bem vinda, Priscila!

  • Reply
    jane
    17 de março de 2014 at 14:21

    boa muito simples assim de fazer sem frescuras bjs

  • Reply
    alice
    1 de abril de 2014 at 19:28

    amei a sua receita simples e deliciosa,acrescentei um pouco de tomilho ficou uma delicia

  • Reply
    Flavia Santos
    20 de fevereiro de 2015 at 21:20

    Oii, adorei a receita …. vou fazer na pascoa =) só me diga uma coisa , quantas pessoas serve essa receita ? bjs

    • Reply
      Faby
      23 de fevereiro de 2015 at 8:17

      Oi Flavia,
      A receita rende umas 6 porções bem servidas ou umas 8 porções normais.

      Bjo!

  • Reply
    Saly Segatta Baer
    30 de julho de 2015 at 11:44

    Olá!
    É a primeira vez que visito seu blog. De cara já adorei seu comentário sobre os “pitaqueiros” de plantão!!!
    Um abraço.
    Saly.

  • Reply
    Juliana
    21 de novembro de 2015 at 13:38

    Fiz e ficou maravilhosa! Obriagada

  • Reply
    Izabel
    5 de março de 2017 at 17:09

    Ola Faby

    Adorei seus posts. Não liga pra torcida do contra.
    Eu venho de família espanhola e vou te contar um segredo: cada um faz do seu jeito, seguindo a receita original que nossa avó fazia.
    Ou seja: cada um faz do jeito que gosta mais
    Eu tenho muito medo de “receitas definitivas”. Acho complicado porque de verdade, quem nunca teve que mudar alguma coisa de última hora porqur acabou um ingrediente qualquer ou você esqueceu de comprar alguma coisa?
    Adorei seu jeito de fazer a sua paella.Parabéns, parece deliciosa!
    Duas coisas: já vi paella sendo feita em tachinho de agate, daqueles que as pessoas usam pra fritura. E não fica ruim.
    Também dá certo em panelas grandes e fundas ou em grandes frigideiras, conforme você mesma disse.
    O nome da panela em espanhol é sarten (cuja tradução literal seria frigideira mesmo). Paellero portanto nada mais é que uma sarten feita de ferro, rasa e com as duas alças para segurar. Ambas as formas são corretas e aceitas.
    http://www.lapaella.net
    O “famoso” queimadinho da paella é de fato algo “inesquecível e imperdível) e se chama “sucarrat”. Portanto, podem deixar queimar numa boa. Vale a pena. Em minha casa havia briga pelo sucarrat….rsrsrs
    Continue postanto e tenha a certeza de que suas receitas estão enchendo de alegria muitos e muitos lares do mundo.

    Um grande beijo

    • Reply
      Faby
      21 de março de 2017 at 17:56

      Oi Izabel, que delícia sua mensagem!
      Não sabia o nome da raspinha! Adorei :)

      Beijo!

  • Reply
    Jorge Alves
    7 de outubro de 2017 at 23:13

    Oie !!!! Acho que foi a receita mais didática de paella que já vi. Parabéns ! Será devidamente testada …. Agora, tem gente que diz que é melhor refogar um pouco o arroz com tudo e depois acrescentar o caldo. Já ouviu alguma opinião sobre isso ? Embora eu ache que com ingredientes bons deve tanto fazer … rs E a opinião sobre o queimadinho é verdade. Parece que ele concentra o sabor de tudo !!!! E parabéns pela playlist … hehehehe

    • Reply
      Faby
      11 de outubro de 2017 at 16:01

      Oi Jorge!

      Sim, tem gente que refoga um pouco o arroz, mas sinceramente eu acho que não chega a fazer diferença no resultado final. Mas, não custa tentar de ambos os jeitos né? ;)
      Que bom que gostou da playlist! <3

  • Reply
    Luiz
    26 de novembro de 2017 at 18:42

    Pode ser feita em panela de Barro ou de Ferro, de barro fica bem melhor.
    Adorei a tua receita, vou fazer, pelas fotos deve ficar uma delicia.

  • Reply
    Bruna
    9 de julho de 2018 at 16:02

    Que receita matavilhosa! Faby, você sabe me dizer quantas pessoas serve está receita? Meu grupo é grande talvez tenha que dobrar

    • Reply
      Faby
      12 de julho de 2018 at 13:44

      Oi Bruna, serve bem 6 pessoas.

Deixe uma Resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.