massas principais Receitas vegetarianos

Nhoque de ricota, escarola e parmesão

Todo mundo diz que ricota é sem graça, que não tem gosto de nada. Concordo. Porém, ricota é um ingrediente super coringa e que, com um pouco de criatividade, pode sim virar algo bem saboroso, como esse nhoque. Em casa utilizamos muito, pois além de ser trucona, geralmente ela é facílima de preparar. Essa receitinha por exemplo é pá-pum, dá uma olhada…

Processei 350gr de ricota com 1 xícara de escarola refogada (com alho e azeite, coisa rápida, só um susto na panela) e espremida. Juntei ao processador 1 ovo, 3 colheres de cream cheese e cerca de 1/2 xícara de parmesão (do ótimo!) ralado. Depois, é só transferir para uma tigela e acrescentar farinha até conseguir um ponto que dê para modelar bolinhas com a massa – aqui usei cerca de 3 colheres de sopa de farinha de trigo. Para finalizar é só temperar – sal (cuidado que o parmesão já é salgado!), pimenta do reino branca e noz moscada.

O próximo passo é modelar as bolinhas e levar para uma panela com bastante água fervendo e cozinhar como o nhoque tradicional. Ou seja, é só retirar com uma escumadeira os nhoques que subirem à superfície.

Para o molho eu fui de tomate e manjericão, bem tradicional, mas molho branco ou pesto também funcionam super bem. Você também pode trocar a ricota comum pela de búfala, pode trocar a escarola por espinafre, rúcula ou agrião (nesse caso nem é preciso refogar antes), pode juntar nozes, passas…

Ricota pura pode até ser bobinha, mas um bom tempero a deixa pronta para diversas receitas. Se você ainda tem preconceito, se joga e experimenta. Acho que você vai curtir ;)

Você Pode Gostar Também

16 Comentários

  • Reply
    Mariana
    2 de junho de 2014 at 17:46

    Essa receita é maravilhosa e dá pra congelar!
    Depois de moldar as bolinhas coloque no congelador.
    Depois que estiverem bem durinhas coloque em saquinhos.
    Pra preparar basta colocar direto na água bem quente.
    Cuidado entre uma porção e a outra pois como estão congelados a água esfria.

    • Reply
      Faby
      3 de junho de 2014 at 9:33

      Valeu pela dica, Mariana! Adorei.

      Bjo!

  • Reply
    valentina
    2 de junho de 2014 at 17:59

    Fiquei feliz em encontrar teu blog novamente – tinha perdido. Tinha ficado bem chateada. Agora ja assinei e recebo tudo na caixa de correio. :) Concordo com vc – ricota é camaleonica. Adorei o nhoque aqui. Delicia! Boa semana

    • Reply
      Faby
      3 de junho de 2014 at 9:34

      Valentina, como assim tinha se perdido de mim? Nós estamos no mundo blog desde o começo – e isso já vai completar DEZ anos!!!!!
      Que bom vê-la por aqui. Seu blog sempre foi uma inspiração pra mim :)

      Beijo,
      Faby

  • Reply
    Lu
    4 de junho de 2014 at 14:07

    Ola!!!!td bem Faby?Te sigo desde rainhas viu?Nunca comento mas ao longo deste tempo vc tem me ajudado muito,te acho TOP..HÁ.
    Amiga…me diz uma coisa…posso trocar escarola por brócoles?amo escarola mas quero fazer pra minha filha e ela é apaixonada pelos buquezinhos verdes rsrsr.

    Super bjus.

    • Reply
      Faby
      4 de junho de 2014 at 14:49

      Oi Lu! Que bom ter vc por aqui! Adorei saber que tenho te ajudado muito :)

      Sobre o brócolis, pode sim. Mas ó, deixe-o bem picadinho ou passe pelo processador, ok?

      Bjo!

  • Reply
    denise
    10 de junho de 2014 at 11:53

    Ficou muito bom….usei rúcula!

    Obrigado por partilhar essa receita….:)

  • Reply
    Paula Kasten
    16 de junho de 2014 at 11:45

    Olá Faby, fiz essa receita de nhoque no fim de semana mas não saiu tão legal..Usei farinha de arroz ao invés de farinha de trigo e na hora de colocar as bolinhas na água fervente, alguma boiaram logo de cara e outras se despedaçaram…Será que errei no ponto ou no tipo da farinha? qualquer ajuda ou dica é bem vinda, já que o gosto ficou sensacional!

    • Reply
      Faby
      16 de junho de 2014 at 14:00

      Oi Paula,

      Eu nunca fiz com farinha de arroz mas acho que o problema foi mais no ponto mesmo. As bolinhas precisam estar bem firminhas na hora de irem para a água fervente. Também não imagino pq algumas boiaram logo de cara… mas ó, não pode desistir! Tenta de novo.

      Bjo!

  • Reply
    Rose Guedes
    26 de junho de 2014 at 18:39

    Que receita maravilhosa, amei. A primeiras bolinhas estavam meio moles, acabei voltando na tigela e colocando mais farinha. Nao ficou tão durinha a ponto de enrolar com a mão.Fiz com duas colheres, porque fiquei com medo de ficarem duras demais. Nao tinha cream chease, então coloquei requeijão. Ficaram meio bicudas, mas deliciosas. Vc untou as mãos com alguma coisa? Vc já dobrou a receita? Pensei em fazer para mais gente. Pode congelar? Bj

    • Reply
      Faby
      30 de junho de 2014 at 15:42

      Oi Rose, respondendo suas perguntas:
      – não untei as mãos não. lembre-se que o requeijão tem uma consistência completamente diferente do cream cheese né? pode ter sido isso que deixou muito mole
      – nunca dobrei a receita
      – também nunca congelei, mas creio que não há problemas. Congele em aberto.

      Bjo

  • Reply
    Rafael MOLINARO
    28 de agosto de 2014 at 12:18

    Ótima receita. A minha cunhada fez e eu provei. Fica maravilhoso e super leve. Vou fazer e colocar no meu canal de receitas no youtube.

  • Reply
    Um nhoque saudável e gostoso – Ricota e Escarola | Só Simples Assim
    20 de outubro de 2015 at 18:03

    […]     Tem dias que vou fazer as postagens do Simples Assim e me ocorrem várias ideias para trocar com vocês: a vida, o trabalho, o clima, viagens, impressões  e…receitas, claro.Afinal, a vida da gente é um pouco de tudo isso . Um mosaico que toma a forma que imaginamos para ele. Hoje foi um desses dias assim. Não sabia por onde começar. Se falava dessa comida deliciosa ou se me detinha nas trivialidades da vida. Até porque, outro dia, uma amiga me falou que gosta muito de vir aqui pela “prosa” que permeia as receitas. Fiquei toda contente e, mais uma vez, cheguei à conclusão que a vida é formada de todos esses detalhes, de pequenas coisas que, juntas, fazem todo o sentido. Resolvi então  me deter só nessa receita que fez tanto sucesso aqui em casa que já está na fila para ser a próxima atração dos nossos jantares.Vida de blogueira é assim, a gente não quer repetir o cardápio para ter sempre uma novidade para trazer para vocês.  Mas, voltemos a esse nhoque. Para acompanhar o ritmo das minhas filhas que, sempre pedem uma alimentação saudável, ando sempre à procura de receitas mais light e, foi em uma dessas buscas que me deparei com esse nhoque de ricota e escarola.  […]

  • Reply
    DÉBORA SIQUEIRA
    30 de abril de 2017 at 1:02

    Faby,
    Qnd fui pra Argentina comi um prato muito parecido que de tão delicioso, tentei reproduzir em casa… Malfattis de espinafre!
    Fiz umas 2x e óbvio, nem parecido com o sabor dos hermanos. rsrsrs

    Vou reproduzir essa tua receita!

    Teu blog é muito bom… Ainda mais que sou vegetariana e sempre tem algo novo e gostoso por aqui.

    Obrigada por partilhar com a gente essas delícias!

    Bjks

  • Reply
    Elaine Cristina Messiano
    20 de agosto de 2017 at 11:26

    Adorei a sugestão… nhoque é meu prato predileto e adoro fazer.
    Esta receita rende quantas porções?
    Obrigada,

  • Reply
    Ana Lucia Carneiro Souza
    25 de outubro de 2018 at 13:33

    Que grata surpresa! Um sabor maravilhoso! Muito mais simples de fazer do que pensava e muito mais simples do que o nhoque tradicional de batata ou mandioca. Aliás, beem mais saboroso também! Pra mim que não como carne, dou nota 10!

Deixe uma Resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.