de festa entradas e petiscos Receitas

Brie com geléia

A combinação já entrou para a lista das duplas imbatíveis e me rendeu até o apelido de Fabrie lá pelas bandas do Nordeste (né Seu Lu? rs) mas é fato que, depois do queijo minas (bem salgadinho) com goiabada, esse é o segundo melhor casamento do mundo dos queijos – brie e geléia.

Esse da foto foi consumido sexta passada, na reunião da Confraria na casa da Clau. Além se mostrar uma excelente anfitriã, a Clau anda provando que veio mesmo pra ficar no reino das Rainhas do Lar. Antes de nos brindar com um risoto perfeito, já postado aqui inclusive, ela nos serviu essa mistura dos deuses.
A grande sacada é que o brie é aquecido (por quanto tempo mesmo, amiga?) e chega à mesa numa temperatura ideal para acompanhar a torrada, o pão sueco ou mesmo o italiano. A geléia por cima era de morango (delícia) mas a Sandra, responsável pela (ops) introdução dessa maravilha em nossas vidas, foi apresentada à receita pela primeira vez levando geléia de damasco (o que também deve ser duca) e desde então já testou com alguns sabores.

Pra comer, você parte um pedacinho do queijo, lambuza com a geléia por cima, bota tudo em cima da torradinha e foi! Depois dá aquela bicada no vinho branco geladinho e em seguida solta aquele suspiro básico, que só as coisas boas da vida arrancam da gente.

Eu, que não sou boba nem nada, não tenho nenhuma dúvida de que esse petisco é certo no próximo petit comité em casa. Até porque, eu preciso fazer jus ao meu apelido (nééé Lú?) ;)

* post originalmente publicado no blog Rainhas do Lar

Você Pode Gostar Também

3 Comentários

  • Reply
    Anna Marquesa
    21 de fevereiro de 2011 at 19:15

    Faby,
    Aqui em casa tb bomba o cream cheese com geleia de amora !!!
    Tem duas opcoes para servir, ou desenforma simplesmente o cream cheese e coloca a geleia de amora ou faz bolas (como de sorvete) e cobre com a geleia.
    Totalmente aprovado pela galera e repetido nas casas de todos os nossos amigos!
    BJs

  • Reply
    Bianca
    9 de março de 2011 at 14:54

    Olá Faby!
    Antes de mais nada, chegar aqui foi um misto de emoções contradítórias… fiquei muito, muito triste (mesmo) com o fim do Rainhas… tipo, sem saber o que fazer quando no futuro eu precise de um lugar seguro para buscar idéias de casa, de cozinha, ou apenas para apreciar o tricô das frequentadoras do blog… Acho que nunca escrevi por lá, mas acompanhei assídua nos últimos 3 anos…
    Pra falar a verdade, num primeiro momento, nem tive ânimo de abrir os links indicados no final do post, fiquei preocupada de salvar tudo o que podia, afinal… apenas 30 dias….
    Agora, com mais calma, cliquei para ver os novos projetos das rainhas, e cheguei aqui…. Que alegria! Fiquei muito feliz em rever posts e receitas do coração, republicados neste novo cantinho. Adorei!! Fiquei muito feliz mesmo!
    Bom, desejo toda a felicidade do mundo neste novo momento, neste novo reino! Não nos deixe!
    Ah, e claro, quase esqueço… em relação ao post acima, ainda tenho a eterna dúvida: quanto tempo de forno ou microondas este queijo deve ficar?
    Por 2 vezes já “estraguei” por inteiro queijos brie por deixar apenas 1 minuto no microondas… ficou líquido!!! Nem tive coragem de servir…
    Comofaz? Forno comum? Precisa cobrir com papel alumínio? 10 segs de microondas?
    Help!
    Beijo enorme!!!

    • Reply
      Faby
      9 de março de 2011 at 15:28

      Oi Bianca!
      Mudar tb pode ser uma coisa boa né? Tomara que vc curta o PImenta como curtia o Rainhas :)

      QUanto ao brie – forno de microondas, 20 segundos na potência alta – testa e vê se precisa mais uns 10 segundos ou não. 1 minuto é muuuuuuuita coisa mesmo.
      Ah! Sem papel alumínio no microondas né? ;)

      Bjo!
      Faby

Deixe uma Resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.