“Minha receita, minha história” por Dani Falcão

A vida nos prega peças o tempo inteiro… O primeiro Natal que tive com meu marido e minha filhotinha de 6 meses, em 1995, vai ficar para sempre na história da nossa família. Por toda a celebração em si eu já estava muito feliz, pois estava formando a minha família, era nosso 1º Natal, só nós três!

Era véspera de Natal, estávamos em um supermercado para fazer compras rotineiras, e no caso eu dispunha de muito pouco, ou seja, nada de frutas natalinas, pão para rabanadas, perú,… apenas o necessário.

Meu marido teve que ir ao estacionamento e eu fiquei nas seções, analisando o que era prioridade, o que era possível, o que era sonho, o que seria a realidade, coisas de virginianos, rsrsrsrs, pessoas práticas, com o pé no chão, mas que levam a esperança na ponta do pensamento.

Foi neste momento, em que passando pela seção dos azeites (eu não podia comprar, mas podia olhar!), me deparei com uma nota de R$ 50,00 bem dobradinha caída embaixo da prateleira. Minha reação imedita foi procurar pessoas por perto, devolver. Ninguém, nenhum aflito, nada feito. Então foi com esta nota perdida que começa a história das receitas da Ceia de Natal da minha família.

Eu tinha 21 anos, sempre gostei muito de me enveredar pelas mágicas das panelas, mas era a 1ª vez que seria responsável por executar tudo! Bati os olhos numa bancada de bacalhau, peguei um daqueles folhetos com receitas, já estava resolvido o prato principal. A rabanada, aquela que eu amo com todas as minhas forças seria a sobremesa, mas, o leite condensado estava ao lado do creme de leite, e naquela lata tinha uma receita de mousse de nozes, uau, frutas natalinas!

Foi assim, que juntando todos os “merréis”, eu ainda agarrei uma garrafa de vinho branco e rumei para o acerto de contas, rsrsrsrsrs.

Quando meu marido retornou, deu de cara com as compras e me olhou incrédulo, já pensando como eu pagaria por aqueles devaneios?!

Meus olhinhos alegres e mansos lhe passaram muita calma e minhas mãos lhe mostraram a nota de R$ 50,00. Entrando no carro lhe contei o que havia acontecido e desde então, a Ceia Natalina tem se perpetuado com estas receitas. Já me vejo velhinha, contando como foi nosso 1º Natal em família!

Bacalhau

Ingredientes:
1kg de bacalhau demolhado e limpo
1 1/2 xícara (chá) de azeite de oliva
2 colheres (sopa) de salsa picada
2 pimentões, vermelho/ amarelo sem sementes, fatiados ao comprido
6 tomates sem pele e sementes
6 batatas cozidas e cortadas em rodelas grossas
12 dentes de alho fatiados finamente
4 cebolas fatiadas à julienne
Sal à gosto, se necessário.

Modo de preparo

Separe o bacalhau em pedaços grandes e reserve.
Doure o alho em ½ xícara (chá) de azeite de oliva, depois acrescente o tomate, o pimentão e a salsa. Use frigideira com Teflon.
Doure a cebola em ½ xícara (chá) de azeite de oliva em fogo baixo. Use frigideira comum.
Forre um refratário com as batatas (fundo e laterais), depois a camada de cebolas, o bacalhau, e por último o molho de tomates com pimentão.
Regue com o azeite restante. Leve ao forno médio (pré-aquecido) por 30 minutos ou até a batata dourar e sirva.

Mousse de nozes

Ingredientes:
1 envelope de gelatina sem sabor e incolor
1/2 xícara (chá) de água fria
1/2 xícara (chá) de água fervendo
3 ovos
1 xícara (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de creme de leite sem soro
1 xícara (chá) de nozes trituradas
Nozes inteiras para decorar
Preparo:
Ponha a gelatina de molho na água fria
Adicione a água fervendo e dissolva bem
Bata as gemas com o açúcar até formar uma gemada bem clara, junte o leite e leve ao fogo baixo, mexendo sempre (gosto de usar o fouet) até engrossar, cuidado para não queimar.
Tire do fogo e junte a gelatina e o creme de leite. Misture bem.
Bata as claras em neve e misture suavemente ao creme.
Por fim, junte as nozes trituradas, com delicadeza, e ponha em forma de alumínio (molhe a forma com água fria e dê umas batidinhas, não seque.
Leve à geladeira até ficar bem firme. Desenforme e enfeite com metades de nozes e à parte uma calda de chocolate.

Para a calda de chocolate com água
Numa panela, misture 1 xícara (de chá) de água, 1/2 xícara (de chá) de cacau em pó e 1/2 xícara (de chá) de açúcar.
Leve em fogo médio até ferver e engrossar levemente.

P.S. O mais engraçado é que amanhã completo 37 anos (29/08) e nunca arranjava tempo para escrever as tais receitas, rsrsrsrs.

 

Essa história fofa (e duas receitas delícia) foi enviada pela leitora Dani Falcão. E você, também tem uma boa história e uma boa receita para compartilhar? Manda pra mim! faby(arroba)pimentanoreino.com.br

10 Comments
  • ISABEL
    setembro 13, 2011

    Me emocionei com a história da Dani, muito linda… família unida é o que conta. e as receitas são ótimas. Parabésn Dani, por tudo..

  • Ila Fox
    setembro 13, 2011

    Que delicinha de história! e encontrar dinheiro é tão bom, hoho.

  • Dani Falcão
    setembro 13, 2011

    Faby, eu queria te enviar estas receitas desde que nos “falamos” pela rede… E cadê o tempo para parar, escrever…, a receitinha da lata de creme de leite já se foi há tempos, restavam apenas uns rabiscos apressados dos ingredientes em um papelzinho e o “modus operandi” na cabeça. A foto está linda, com essa ilmunação toda que você fez rsrsrsrsrs, ;) thanks!

  • Regiany
    setembro 13, 2011

    Fiquei tentada com a receita da musse de nozes, fui copiar e não achei qual é a quantidade de leite a ser adicionado na gemada?
    Obrigada

  • Lourdes
    setembro 13, 2011

    Ai…tô ainda chorando que nem uma louca! Pensa nisso: não conheço a Dani, não conheço a Faby e estou aqui a chorar! Como não nos conhecemos? Tá maluca? Diriam vcs duas. É mesmo! Neste mundo virtual em que nos encontramos a loucura é nos conhecermos e nos emocionarmos com estas histórias lindas e fazer delas a tradição de ser feliz! Dani, querida! Parabéns! Parabéns por ter criado a sua tradição de ser grata a Deus pelo presente enviado. E a vc, querida D. Fabiana! O nosso muito obrigado, sempre, por nos proporcionar estes encontros.

  • Dani Falcão
    setembro 14, 2011

    Olá Comadres, parem já de chorar, kakakakakaka :)))))! Já se vão “alguns anos”, e no meio do texto esqueci da quantidade de 1/2 xícara de leite para a gemada da mousse. Beijocas!

  • Val Leaubon
    setembro 14, 2011

    Dani, como cristã, acredito que Deus deu o jeitinho de alguém(que não estava tão na pior) perder os R$50,00 e fazer vc achá-lo. Por isso que não havia ninguém se descabelando e chorando pelo dinheiro perdido.

    Estar juntinho da família(não importa o tamanho dela) é tudo de bom. Pois a única coisa que levamos dessa vida é a vida que levamos. O resto vai ficar tudo pra trás.

    Beijos a todas(os) e já comecei a planejar o meu Natal. A gente acha que está longe, mas não está, não! Esa mousse entrará no meu cardápio!

    Bjs

    Val

  • Alessandra
    setembro 14, 2011

    Que história linda!!! Me emocionei!
    Parabéns Dani! Ótimas receitas e o mais importante… família unida!
    Felicidades!

  • Joy_UK
    setembro 14, 2011

    Ah essa minha amiga Dani…sempre com suas historias emocionantes, cheias de vida-real e amor, mto amor sempre!

    Te adoro, lindona!

    Saudades!!!

  • Kalina Saraiva de Lima
    setembro 14, 2011

    MUUITO LEGAL!
    PARABENS, DANI.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*