Gravlax

Eu já tinha postado aqui a receita do gravlax que costumo fazer quando tem um petit comité em casa. Gosto desse prato porque ele é simples e rápido (apesar do tempo que ele leva pra ficar pronto), super gostoso e perfeito para um belisquete assim mais glam.

Esse eu levei para a degustação da Love Weiss 2.0, em uma reunião das Maltemoiselles na semana passada. A harmonização com a Weiss foi perfeita, mas também… essa é uma cerveja meio coringa, que vai bem com quase tudo. Independente disso, consegui mais um casamento perfeito e a quarta harmonização bacana – tô gostando disso, sabiam? ;)

Para acompanhar, providenciei o mesmo molhinho que vocês encontrarão na receita, mas deixo aqui outra sugestão que já testei e aprovei – creme azedo. Para acompanhar o salmão fica muiiiito bom também.

Aqui, o passo-a-passo… não disse que era simples?

foto do título: Ingrid Calderoni

15 Comments
  • Elen
    julho 20, 2011

    Oi Faby!
    Eu tentei fazer um gravlax uma vez.. mas não deu mto certo não… ficou meio insosso… :/ Aí eu não sei se foi pouco sal ou pouco endro, pq é bem difícil de achar por aqui na minha cidade. A receita q eu fiz tinha mais alguns temperos além do sal e pedia pra lar o peixe depois do tempo da marinada.
    O q pd ter acontecido?
    Depois vc fatia ele bem fininho? Não precisa ser corte de “sushiwoman” não né? rs…
    Obrigada!!!

    • Faby
      julho 20, 2011

      Elen, não faço ideia… gravlax não é pra ser uma coisa muito forte não, viu? Acho que o seu estava certo e vc apenas não curtiu. Quem sabe caprichando no molhinho que o acompanha?

      Bjo!

    • Faby
      julho 20, 2011

      Elen, não precisa ser corte de sushiwoman não, mas eu gosto de fatiar beeem fininho :) Vc pode fatiar da grossura que quiser :)

      Bjuca!

  • Lu
    julho 20, 2011

    Putz, ateh curti o passo a passo mas, cadê a receita?? sumiu de novo igual aquela de outro dia?

    • Faby
      julho 20, 2011

      Lu, minha flor, o link da receita está aí, no post. Acho que vcs não leem direitinho o que eu escrevo, né? kakakakaka

      Bjim!

  • Adriana Sanches
    julho 20, 2011

    Oi Faby!
    Amei a receita.

  • Lucineia
    julho 21, 2011

    Faby, essa receita me deu agua na boca, quero fazer logo logo. Mas nao aprecio o dill, o que posso usar pra substituí-lo?? Obrigada!!!

    • Faby
      julho 21, 2011

      Ai Lucineia, já me fizeram essa mesma pergunta e a minha resposta é: não sei! rsrsrs! Realmente, acho que sem o dill o negócio vai ficar meio xoxo, manja? É ele que dá o sabor ao peixe, e o sabor que essa receita pede, que é uma coisa meio adocicada, um sabor bem particular do dill. Sem elam o salmão não vai ter gosto de nada :(

      Bjo!

  • Samanta
    julho 21, 2011

    Oi Faby, estou com uma dúvida…. vc lava o salmão depois (antes de fatiar)???
    Desde já, obrigada! Bjos

    • Faby
      julho 21, 2011

      Não Samanta, não precisa lavar não! É só retirar bem o que restar de açucar ou sal, eliminar as folhas de dill e fatiar bem fininho.

      Bjo!

  • Nataniel Metz
    julho 22, 2011

    Hum, parece bom e eu vou tentar fazer nesse final de semana então.

    Mas tenho uma pergunta: se não achar um masso de dill(endro) , posso usar sementes de endro? porque se for só pelo sabor acho que até funcione….

    Que me diz?

    • Faby
      julho 22, 2011

      Nataniel, pode sim, mas tome cuidado pois as ervas secas são mais fortes do que as frescas – use uma quantidade menor, ok?

      Bjo!

  • Evelyn Schuermann
    julho 27, 2011

    oi faby! se naum me falha a memoria, ja vi o meu muso (haha) jamie oliver fazendo com o talo do funcho! do fenocchio!am..da erva doce, sabe???

    • Faby
      julho 27, 2011

      Evelyn, acho que é basicamente a mesma coisa que dill, não?

      Bjo!

  • mayke varela
    novembro 21, 2013

    fabi.. aulas particulares! sou teu fã!

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*