Couscous “fake” de couve flor

O bom e velho Chacrinha já dizia: nada se cria, tudo se copia. E ele não estava certo? Poucas coisas nesse mundo ainda não foram inventadas, principalmente quando se fala em comida. Já transformaram até comida sólida em fumaça, em espuma… uma doidera.

Mas tem vezes que a gente dá de cara com uma coisa e logo pensa: taí, isso eu nunca tinha visto! Foi o que aconteceu quando vi essa ideia no Facebook da Amanda Wanderley, uma amiga nutricionista. Eu, que amo couve flor, já pirei rapidinho e logo descobri que essa ideia já rolava há tempos entre os veganos. Catei a Amanda e perguntei como ela tinha feito. Ela me deu a ideia, eu fiz uns ajustes para os ingredientes que tinha e pimba! O resultado foi esse – um prato delícia, diferente, leve e ainda por cima sem carboidratos! (u-huuuu! as minas da dieta piram! rs).

Bom, chega de lenga lenga e vem comigo aprender a fazer o falso couscous de couve flor…

A primeira coisa a fazer é processar a couve, para deixá-la miudinha, parecendo mesmo um grãozinho de couscous. Depois, é só colocar a couve já triturada em uma travessa, cobrir com filme plástico e levar ao microondas por uns 5 a 7 minutinhos, até que ela esteja macia mas al dente ainda.

Basta tirá-la do microondas e deixar esfriar antes de incluir seus ingredientes. No meu caso usei: tomate sem semente, alho poró, cebolinha, pimenta dedo de moça, uva passa e amêndoas. É só misturar tudo e temperar com azeite, sal e pimenta.
Imagina quanta variação não dá pra fazer usando a mesma ideia? Misturando até brócolis ninja, outros tipos de castanhas, abobrinha ralada, linhaça… afff, tem mil jeitos.

Posso falar? ficou uma de-lí-cia. Uma alternativa saborosa para o arroz do dia a dia e um acompanhamento supimpa para grelhados. Experimenta!

9 Comments
  • Rosana
    abril 22, 2014

    Vixe, nossa!
    Faby… o que é essa maravilha?! Eu vivo procurando alternativas leves e saudáveis, mas que sejam gostosas né? E nunca tinha visto nada parecido.
    Se eu tivesse uma couve flor aqui eu fazia agora, já!
    Eu vou testar e já sei que vou gostar. E pelo visto vou fazer essa receita moooito!
    Beijo,
    Rosana

  • clarice perrone
    abril 22, 2014

    Oi Fabi, querida.
    A receita parece maravilhosa.
    E a foto ficou tão legal.
    Só que Lavoisier tá meio triste com você.
    Já o Chacrinha, tá ok.
    bjs

    • Faby
      abril 23, 2014

      Hahahahahahahahahahahaha, Ô Clarice, Lavoisier há de entender. Eu era fã do Chacrinha e uma vez vi uma entrevista dele, ainda pequena, e ele soltou essa. Desde então, ficou inevitável a associação. Espero que vc me perdoe e Lavoisier tb :)

      Bjo!

  • Lidiane
    abril 23, 2014

    Bom dia, Fabi!
    Adorei a idéia, mas fiquei na dúvida … você processou esta couve-flor como? Processador ou um faca bem afida?
    Abs

    • Faby
      abril 23, 2014

      Processador Lidiane.

      Bjo!

  • Xenia
    abril 23, 2014

    Faby fofa,
    adorei essa receita! Quero fazê-la o quanto antes,
    mas não tenho micro-ondas (Pasme!!!). Posso fazer em
    forno convencional? Se sim, quanto tempo deixo
    a couve-flor no forno?
    Beijo.
    Xenia

    • Faby
      abril 24, 2014

      Xenia, se eu fosse vc, eu pré cozinharia a couve flor (no vapor somente) por uns 5 minutos com ela tampada. Só então eu processaria. Acho que vc vai conseguir o mesmo efeito do microondas, que na verdade só é usado na receita para amaciar ligeiramente a couve.

      Me conta se deu certo?

      Bjo,
      Faby

  • Luciana Betenson
    abril 25, 2014

    Aqui em casa este prato se chama “farofa de couve-flor” rsrs… o que não faz uma cabeça gorda :-P

  • Xenia
    abril 27, 2014

    conto sim, pode deixar!
    Beijo e obrigada.
    Xenia

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*