#dica – Talo de couve

Não jogue fora os talos da couve! Eles ficam uma delícia numa farofinha, assim ó…

Doure alho e cebola na manteiga e acrescente os talos de couve picadinhos. Junte uva passa e cozinhe só um pouquinho, para dar uma ligeira cozida nos talos. Junte farinha de mandioca e vá torrando até ficar douradinho. Tempere com sal e pimenta e voilà! Farofinha gostosa e crocante :)

 

Trucão natalino #2 Antes da ceia

trucao_natal1
Tudo bem que você quer mesmo ceiar, ou seja, servir um jantar mais tardio… acho chique. Só que não há espírito natalino que resista à fome louca que seus convidados sentirão se você não providenciar um belisquete para acompanhar os birinights*. E, já que a ceia vai ser loosho, poder e sedução, não dá pra servir só azeitona e amendoim como petisco, néam?

Minha sugestão é que você fuja de petiscos pesados e gordurosos – fritura nem pensar! e aposte em coisas fáceis e simples. Uma tigelinha com um mix de uvas passas, damasco e nozes funciona super bem. Além disso, providencie um bom pão ou torradinhas e grissinis (esses palitos compridos da foto) e sirva com antepastos simples, como os de berinjela e abobrinha; tomate confit (como o da foto); pastas de ricota (com alho, ervas, azeitona), nada muito complicado mas que tem um efeito bacana e não deixa ninguém morrer de fome.

Lembre-se que a ideia não é encher seus convidados de petiscos, afinal, você não providenciou um cardápio incrível para ele ser ofuscado por um monte de pães, certo?

Capriche na apresentação! Não há melhor oportunidade para inserir uma dose generosa de capricho em tudo que for servido. Seus convidados vão se sentir especiais – e é isso que você quer, né? ;)

***

O tomate confit da foto e o pão de azeite são do chef Gustavo Rigueiral, do Chef à Porter, que aceita encomendas dessas e de outras gostosuras para sua ceia.

***
*BIRINIGHTS é uma expressão que denuncia sua idade #ficaadica :)

 

Trucão de Natal #1 – Barquete de bacalhau

Truque para a ceia de Natal

Se você tem mais de 30 anos com certeza já bateu o olho na foto da minha ceia de pré Natal e reconheceu as famosas barquetes, certo?

Pois é, elas vem que vem com tudo e são um coringa fantástico na hora de receber muita gente e ter que garantir um belisquete antes do almoço/jantar. Eu comprei um pacote da versão assada, que vem com 40 unidades.

Para o recheio você pode apostar na clássica salada de maionese, mas gente… vamos inovar? Tudo que você imaginar vai em cima da barquete e dá show. Aqui eu ataquei de bacalhau, fácil ó…

Cozinhei mais ou menos 1/2 kg de batata com um pouquinho de sal, espremi e fiz um purê. Juntei 1/2 kg de bacalhau desfiadinho (já dessalgado) e comecei a temperar: pimenta calabresa, pimentão vermelho e verde em cubinhos bem pequenos, muito cheiro verde, azeite extra virgem em quantidade generosa e azeitona verde bem picadinha. É só misturar tudo e colocar na barquete. Eu não falei que era fácil demais?

Agora pensa o tanto de variações que isso permite? Já fiz com camarões (temperadinhos em uma vinagrete mais sequinha), siri desfiado, salmão defumado, mix de cogumelos puxados na manteiga, berinjela, ricota com espinafre e nozes… como eu disse, dá pra viajar horrores com as bichinhas.

A dica é deixar para rechear as barquetes somente na hora de servir e usar um recheio não muito líquido, que é para ela não molhar demais e quebrar. Você pode encontrar as caixinhas de barquetes em atacados de doces e lojas especializadas e aqui em São Paulo tem também no Pão de Açucar, nada que um Google não resolva :)

Curry Thai


Frango definitivamente não está entre meus ingredientes preferidos – acho sem graça e os cortes que gosto mesmo são aqueles que ninguém curte. Mas uma coisa é certa: quando eu resolvo incrementá-lo… hummmmm, sai de baixo! Porque, gente… dá pra fazer coisas louquíssimas com um peito de frango, não dá?!

Tá, ok… mesmo que você não seja fã de coisas assim tããão louquíssimas (#chatiada), dá também para fazer algo nem tão louco mas muito saboroso, como essa minha versão de Curry com pegadinha tailandesa que transforma aquele franguinho velho de guerra em um prato cheio de sabor e que faz bonito até em uma ocasião especial. Vem comigo? ;)

Aqueles filés de frango já foram picados e lindamente temperados com sal e pimenta, certo? Agora, em uma wok ou frigideira grande, aqueça óleo de gergelim até começar a sair fumacinha. Doure alho bem picadinho, junte a cebola até murchar e acrescente o frango picado (não precisa dourar muito não). Junte tomate sem pele e sem semente, pimentão verde, vermelho e amarelo, tudo picado em cubinhos pequenos. Mexa bem e comece a temperar: aqui usei bastante gengibre ralado e curry, que pode ser o pronto ou a mistura que você fizer (eu geralmente uso cominho, pimenta, coentro em grão, noz moscada, cardamono e açafrão, mas essa mistura varia muito de acordo com o conteúdo da minha gaveta de temperos e meu humor) e sal.

Cozinhe até que os ingredientes estejam macios e o frango cozido (se for preciso, pode juntar um pouquinho de nada de água quente). Enquanto isso, coloque um pouquinho de leite de coco em uma xícara e dissolva nele uma colher de amido de milho e leve à panela. O resultado, claro, é que a mistura da panela vai engrossar ligeiramente. Nesta etapa você estará pronta para acrescentar o restante do leite de coco.

Mexa bem, prove e acerte o tempero se necessário, desligue o fogo e finalize com coentro fresco e cebolinha picada (pode ser generosa!) e esprema o suco de meio limão por cima de tudo, só para dar aquele tchans! Se quiser (eu sempre quero), uma pimentinha fresca picadinha nesse momento também vai bem (uso dedo de moça sem a semente)

Sirva com arroz de jasmim ou arroz branco e veja se isso é ou não é de comer rezando.

De nada :)

[#dica]
Vegetarianos também podem ser felizes apenas substituindo o frango por um mix de cogumelos, como paris, shitake, shimeji, portobello …
Já fiz uma versão dessas e ó, fica incrível também. Podem testar! 

[#trucão] Roll de lasanha

Veja se essa ideia que pesquei no Pinterest não é demais?!

O recheio: Parmesão (ou mussarela ou outro queijo ralado) + ovo + espinafre + queijo cremoso (eu usaria ricota ou um minas frescal processado). Faz uma pastinha, recheia as folhas de lasanha já cozidas, leva rapidinho ao forno só para derreter o queijo e serve com um molho de tomate fresquinho.

(foto: recipebyphoto.com via Pinterest)

[#dica] Assar abóbora

Eu tinha o maior banzo de comer abóbora porque só de pensar em descascá-la…pffff – preguiçazzzzzzz monstro. A casca é dura, o corte é difícil se você não tem uma faca boa…enfim, ZZZZZZzzzzzz. Ou eu comprava ela já descascada e picada em cubinhos ou necas de pitibiribas*.

Daí um belo dia eu vi o Jamie Oliver (<3) assando a abóbora na casca mesmo e transformando-a em um purê lindo. Bingo! NUNCA MAIS descasquei abóbora na vida e ó… tô liberta dessa tarefa ingrata.

Pega tua abóbora, parte ela no meio, enrola no alumínio, bota numa assadeira em forno médio e deixa lá. Vai fazer tua unha, lavar o cabelo, assistir a novela e de vez em quando vc abre o forno e espeta uma faquinha de ponta. Se a faca afundar, tá cozida! Depois é só tirar do forno, retirar a polpa com uma colher e usar na sopa, no creme, no purê, no bolinho, no escondidinho… onde der na sua cachola.

De nada :)

***

Essa abóbora eu usei para fazer essa sopinha aqui e levar para essa linda aqui, que  tava dodói :)

***

* quem ainda fala necas de pitibiriba? 

Sobremesa no palito

Quem não tem dotes de confeitaria como eu, também vai gamar nessa ideia de sobremesa rápida, simples e deliciosa.

Fruta no palito + ganache de chocolate. Tem como não amar?

Para fazer a ganache

200gr de chocolate meio amargo derretido, misturado com uma caixinha de creme de leite e 2 colheres de conhaque.

Ganache de Nutella

1 vidro pequeno de Nutella e 1/2 lata de creme de leite. Leve ao microondas por 40 segundos, mexa bem e volte ao microondas por mais 30 segundos.

Na foto aí de cima, o toque especial ficou por conta do corte do morango, mantendo a folhinha… um charme. Abaixo outras ideias, mas a sua imaginação é o limite.


(Imagens: Schanna Uche (Pinterest), Bable.com, Shutterstock, Salma Al-Hasami)

[#trucão] Rolê de frango com pesto

Essa é fácil.

1. Abra o peito de frango em filé. Para deixá-lo maior e mais fino, coloque-o em um plástico (ou entre um plástico filme) e bata delicadamente com o martelo de cozinha.

2. Prepare um pesto e acrescente ricota, fazendo uma espécie de pastinha.

3. Coloque a pasta por cima dos filés, enrole e prenda com palitos.

4. “Empane” os rolês no queijo ralado

5. Leve ao forno médio pré-aquecido até dourar.

Interpretação livre da imagem postada no Pinterest por Lily Childers.

Frango vapt-vupt


(eu agora sou ” fotógrafa” de Instagram – convivam com isso. Rá!)

Não dá nem pra chamar de receita, então vou tratar como dica, ok? Pra variar aquele peito de frango que você não aguenta mais, vai lá…

Numa wok vai óleo de gergelim e alho picadinho. Depois vem os cubos de frango, tempera com sal e pimenta, joga um tiquinho de saquê e deixa dourar. Junta o gergelim torrado, o tomate cereja cortado ao meio, mexe, espera uns 3 minutinhos. Junta o manjericão fresco e a rúcula, mistura e desliga.

Pode servir com arroz de jasmim, couscous marroquino e com o arrozinho comum do dia a dia, aquele fresquinho… hummmm, super combina! ;)