Abóbora assada em calda de balsâmico

Oi leitorzinho amigo, tudo certinho com você? Algum cliente te perturbando logo cedo, numa manhã de sexta com chuva (como os últimos 38 dias aliás)? Não? Pois eu adoraria poder dizer o mesmo, porque aqui ó… aqui a parada está s.i.n.i.s.t.r.a. Pfff.

Tá ok, eu andei sumida e tenho sete mil posts pra subir, dez mil coisas pra contar, umas receitinhas batutas que andaram pintando para compartilhar e um ou outro delírio (que é o que eu mais tenho feito, de fato) para despejar por aqui, mas … vamos aos poucos, han?

Pra começar, a dieta da sopa se mostrou um fracasso (teve coisas intragáveis, acreditem… fora o meu ódio por salsão ter crescido deveras) e, por conta de uns perrengues que aconteceram nesse glorioso primeiro mês de 2010 (sério gente, que ano é esse, pelamor?), eu meio que descambei da dieta, mas ainda assim emagreci uns bons quilinhos e tenho uma ou outra sopinha gelada que valem um post, guentem aí.

Bom, se a dieta da sopa não é lá essas coisas, por outro lado, diminuir a comida a noite tem sido super bacana. Estou deixando um pouco os meus amados carboidratos e me jogando com fé nos legumes cozidos, assados, refogados. Tenho ido mais à feira, ao hortifruti e, apesar dos preços estarem pela hora da morte, tenho investido bastante na variedade para não enjoar dessa fase natureba light…. sabe como é… geminiana com ascendente em gêmeos (seja lá o que isso signifique)… enjoar é comigo mesmo =)

Resumo da ópera – estou indo bem no propósito de desintoxicar, apesar de ter caído de boca nos bolinhos e na cerveja muita num certo pic nic que rolou no último feriado (e sobre o qual é melhor não comentar…abafa! cof, cof, cof), durante a semana eu tenho comido direitinho e já me sinto mais disposta – a gente é mesmo o que a gente come, viu?

Nessa minha fase de comer menos arroz, tenho me jogado bastante em outros acompanhamentos – legumes principalmente – e foi aí que pintou em casa essa abóbora assada, que é tudo de bom para substituir o arroz e acompanhar aquele grelhadinho. Basta cortar a abóbora, dispôr numa assadeira, cobrir com os temperos que lhe apetecerem (eu usei mil ervas frescas e secas, flor de sal e pimenta calabresa), regar com azeite e muito vinagre balsâmico. É só cobrir com papel alumínio, levar ao forno pré-aquecido até que a abóbora esteja macia e depois descobrir e deixar o balsâmico reduzir e virar uma caldinha caramelada, que fica tudo com uma carninha.

Essa coisa de assar legumes é bacana, viu? Tô curtindo. Tem uma salada de pimentão assado que é divina… mas aí já é outro post, néam? =)

*post originalmente publicado no blog Rainhas do Lar

No Comments Yet.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*