Browsing Tag

culinária japonesa

entradas e petiscos Receitas

Gyoza

Eu sou a maior fã desse pastelzinho chinês e gosto dele assim – feito na chapa ou como aqui em casa, no grill, para que ele fique levemente crocante mas sem a necessidade de ser preparado em imersão, método que eu inclusive já abolí há muito.

Pra comer gyoza você pode fazer a massa e o recheio em casa (tem receita no Basílico) ou comprar a massa pronta e só preparar o recheio ou fazer como eu, ir na Liberdade e comprá-lo prontinho na Marukai. Depois, é só você escolher como quer comer o gyoza – se feito assim na chapa (nesse caso não é nem necessário o uso de óleo), se frito por imersão (aí não né gata?), aquecido no vapor ou ainda mergulhado na sopa.
Ah! E você também pode escolher o recheio. Meu preferido, e também o tradicional chinês, é de carne suína moída geralmente com repolho e cenoura ralados e cebolinha, mas existem prontos também com recheios de carne de vaca, frango e até a opção vegetariana só com legumes.

Se você optar por saborear essa delícia feita assim na chapa, basta preparar um molhinho frio onde os gyozas serão mergulhados antes de serem devorados. O molho tradicional é uma mistura de shoyu, saquê, óleo de gergelim, gengibre ralado e cebolinha picada. Eu às vezes arrisco umas misturas muito doidas, mas isso nem convém publicar aqui…. hohoho. Mas, acredite, ficando com o tradicional o resultado já vai ser delícia :)

* post originalmente publicado no blog Rainhas do Lar

cozinha rápida massas Receitas

Hiyashi Somen

Eu sou apaixonada por comida japonesa, que está no top top das minhas preferidas. Aliás, não só pela comida mas pela cultura japonesa em geral, que é muito rica e faz meus olhinhos (que não são puxados) brilharem sempre. Tanto que até aula de japonês eu já fiz (!!!) e cheguei a aprender muito bem, obrigada.

Daí, junte ao meu gosto o fato de que aqui por bandas paulistanas a chuva deu uma trégua e finalmente esquentou (aleluia!) e eis que surge a inspiração para fazer hoje um Hiyashi Somen, um prato japonês que nada mais é do que macarrão gelado. O macarrão nesse caso é o próprio somen, um bem fininho e que você encontra facilmente em supermercados grandes.

O grande lance do somen gelado é preparar um caldo que depois é servido em tigelinhas individuais. O macarrão vai numa travessa funda, transparente, cheia de água e cubos de gelo e as pessoas se servem pegando o somen e mergulhando em suas tigelinhas de caldo. Num é fofo? Geralmente em restaurantes japoneses esse prato é servido logo de entrada em dias quentes e é super saboroso e refrescante.

Para fazer você vai cozinhar o somen por um minuto em água fervendo, escorrer e deixá-lo numa travessa com água fria, pode até levar à geladeira até servir, se quiser.
Para o caldo você leva ao fogo (sem ferver) água, shoyu, ajinomoto, açúcar, um pouquinho de sakê culinário (é opcional) e hondashi, um tempero à base de peixe que você também encontra em qualquer supermercado. Aqui eu não tinha Hondashi (não compro por motivos já conhecidos) e fui só de ajinomoto com um tantinho de Sazon normal. Depois é bom colocar esse molho um pouco na geladeira até o momento de servir, já que ele precisa estar bem geladinho também.
Eu gosto ainda de temperar o macarrão já na tigelinha com wasabi, gengibre ralado e cebolinha – dessa vez até gergelim preto eu inventei de usar, mas não precisa.

Eu fiz uma quantidade minúscula de somen e já temperei todo direto na minha tigela, já que era mesmo só para mim. Quer dizer, era… porque meu marido, que nunca tinha tido a curiosidade de provar (ele tem sérios problemas com a culinária oriental…hohoho), hoje acabou cedendo e… adorou!

Tá vendo? O lance, comadre, é quebrar preconceitos. Quem sabe você que já fez “urgh” quando leu macarrão gelado (eu sei que fez!) também não vá se surpreender? Han? ;-)

* post originalmente publicado no blog Rainhas do Lar