aves cozinha rápida Receitas

Frango ao curry

Acho que faz muito tempo que não rola um filé de frango grelhado na minha casa, viu? Há muito abandonei de vez o filé e aderi à versão cubo, que eu particularmente gosto mais e acho muito mais versátil e prática.

Lá em casa cubo de frango é coisa comum – compro o peito da Korin, limpo só o que ainda é necessário, pico em cubos e congelo em saquinhos. Quando preciso de um prato rápido, saco logo os cubinhos, vasculho a geladeira para ver o que vai acompanhá-los e foi!

Eu não jogo no time daqueles que acreditam que frango, pra ficar bom, precisa ficar no tempero, marinando e talecousa. É claro que eu não nego que um franguinho que ficou um tempo no tempero tem seu valor – amo aquela sobrecoxa que fica no shoyu e nas ervas antes de ir para o forno, mas a minha vida corrida quase nunca permite que eu me dê esse luxo de separar de manhã o que vou fazer no almoço ou no jantar. De modos que, exceto casos especiais e programados (como almoços ou jantares no fim de semana), a comida do meu dia-a-dia é toda preparada (e temperada) em minutos.

Na minha cabeça o frango em cubos é um excelente coringa justamente porque me permite abusar dos acompanhamentos e, por consequência, acabo conseguindo um prato saboroso sem a necessidade do pré-preparo. Por isso, acho muito bacana ter em casa alguns temperos especiais e coisinhas que dão um glam ligeiro nas preparações – por exemplo, um vinho bom na geladeira para temperar, um saquê (ou é sakê, hein?), uma mostarda especial… tudo isso são ingredientes que duram bastante na geladeira e dão graça a uma comida trivial, como o caso desse franguinho aqui.

Para começar, levei os cubos à panela e deixei fritar até começar a dourar. Depois, juntei um pouco de saquê, esperei evaporar e acrescentei óleo de gergelim e uns 2 dentes de alho picados, que também deixei fritar. Feito isso, já tinha alí do lado uma água fervendo e tudo que fiz foi juntar no frango um pouco do Golden Curry – uma espécie de curry em tablete que eu pessoalmente adoro – completar com água fervendo, mexer, acertar o sal e tampar a panela para deixar o frango cozinhar e o caldo engrossar.

Com o frango já no ponto, acrescentei uma cebola cortada em pétalas grandes e deixei apenas uns minutinhos, para que ela desse uma ligeira amaciada – eu não queria que estivessem totalmente cozidas e que ainda estivessem crocantes (vocês sabem né, crocância é tudo!). Desliguei o fogo, levei o frango para uma travessa e finalizei com dedo de moça (sem semente) picadinha.

Olha, o preparo todo não levou 30 minutos, que foi o tempo de providenciar um arroz fresco e uma salada. Ou seja, a comida pode até ser simples e rápida, mas também pode ser saborosa e especial – adoro! :)

Você Pode Gostar Também

30 Comentários

  • Reply
    ISABEL
    26 de maio de 2011 at 13:28

    Essa corzinha linda, vem dos temperos, ou voce fritou até bronzear mesmo, ? O Filé de frango demora para pegar uma cor não é ? O Franguinho também é meu coringa e sua receita ficou maravilhosa !

    • Reply
      Faby
      26 de maio de 2011 at 16:00

      Isabel, o Goden Curry já é escurinho, mas fritar o frango atééééééé ele dourar é essencial :)
      FRango pálido lá em casa não rola não! :)

      Bjo!

  • Reply
    Adriana Alves
    26 de maio de 2011 at 14:17

    Fabi, ficou com uma ótima apresentação. Concordo com você… ser simples não significa ser sem graça… Abraços, Adriana.

  • Reply
    Ana
    26 de maio de 2011 at 15:54

    Esta com uma cara otima Faby. Eu tbem gosto de um franguinho com cury!
    Ja experimentou o cury tipo thai? Muito bom, com leite de coco no molho fica show, adoro!
    Bjs
    Ana

  • Reply
    rodrigo
    26 de maio de 2011 at 16:03

    Olá, trabalho com design de produtos para cozinha e acompanho textos e comentários do blog, desde o rainha do lar.
    Estamos desenvolvendo um novo projeto e estamos com um pequeno teste de percepção em aberto, será que podia me ajudar a divulgá-lo?
    é bem simples e rápido, mas será mais um item importante para desenvolvermos produtos que despertem desejo.

    http://www.surveymonkey.com/s/MHX9TTJ

    Obrigado!

    • Reply
      Faby
      26 de maio de 2011 at 16:06

      Olá Rodrigo, já respondi!

      Boa sorte!

  • Reply
    cruela veneno da silva
    26 de maio de 2011 at 16:06

    podia jurar que curry era um pozinho… vivendo e aprendendo com o @pimenta_noreino

    • Reply
      Faby
      26 de maio de 2011 at 16:09

      Cruela, minha flor do pântano, curry tem TAMBÈM em pozinho :) Esse aí é um outro tipo, versão tabletão, muito bão aliás.

      Bjo!

  • Reply
    cruela veneno da silva
    26 de maio de 2011 at 16:28

    mas é maleducada – kkkkkkkkkkkkkk

  • Reply
    Tania
    26 de maio de 2011 at 16:49

    Faby, eu tenho esse curry em casa, mas nunca usei porque não sabia como. Vou receber visita pro almoço amanhã e vou fazer a receita, porque parece bem fácil. Só me explica como se usa o curry, por favor. Tem que dissolver ou vai direto na panela? E a quantidade? Tipo, para 500 gramas de filé, quanto você usaria? Obrigada, Faby, beijos.

    • Reply
      Faby
      26 de maio de 2011 at 17:38

      Tania, eu não dissolvo não. Coloco a quantidade que quero na panela e junto água para ele dissolver (como vc faz com caldo em tabletinho). A quantidade varia muuuuito de acordo com o gosto. O Golden Curry tem 3 tipos diferentes, se não me engano – tem um bem suave e um bem picante. Eu gosto beeeem carregado no curry, mas sugiro que vc use o que equivaleria a 2 tabletes de caldo pronto a princípio. Daí vc espera ele dissolver e experimenta – se achar que tá fraco, pode ir acrescentando mais.

      Ah! Deixe para acertar o tempero (sal e pimenta) só depois de acrescentar o curry, viu?

      Bjo e me conta depois como ficou?

      • Reply
        Tania
        26 de maio de 2011 at 18:16

        Valeu a explicação, Faby, muito obrigada. Depois eu conto sim. Pensei em colocar pimentão (as 3 cores) em pétalas também, porque eu amo pimentão e coloco em quase tudo o que eu faço. Bjs.

        • Reply
          Faby
          26 de maio de 2011 at 21:40

          Tania, pimentão vai em tudo… pode se jogar com força. E vai ficar lindo! :0

          Bjo!

  • Reply
    Evelyn
    26 de maio de 2011 at 17:25

    AMO curry. Vc que é fã de comida japa já deve ter comido carê né? É o manjar dos deuses. AMO de paixão!!
    Adoro o seu site, já fiz várias receitas daqui!! Parabéns!! =)

    • Reply
      Faby
      26 de maio de 2011 at 17:34

      Evelyn, escuta uma coisa: eu SOU LOUCA por carê!!!!! Louca, louca, louca!
      Namorei um nissei há muuuuuuuuito tempo atrás e ele tinha uma tia que fazia o melhor carê do mundo! Nunca esqueci e nunca consegui reproduzir um tão bom.
      Nossa! Fiquei com água na boca agora.

      Bjim!

  • Reply
    Fábio
    26 de maio de 2011 at 17:40

    Faby, quando vc fala que fritou o frango, como foi ?
    Fritou em óleo? Tirou o óleo depois?

    • Reply
      Faby
      26 de maio de 2011 at 17:46

      Não Fábio, levei à panela e dourei, só isso, sem óleo nenhum. Esse é o procedimento padrão quando faço qualquer tipo de carne – primeiro levo à panela sem nada e quando começa a “fritar” é que junto óleo (ou azeite se for o caso).

      Bjo!

  • Reply
    Fábio
    26 de maio de 2011 at 17:45

    Outra coisa Faby,
    nunca comi curry, gostaria de saber se os pratos preparados com curry ficam apimentados ou não? Minha mulher não pode com pimenta por isso pergunto.
    Grato pela resposta.

    • Reply
      Faby
      26 de maio de 2011 at 21:46

      Fábio, curry nada mais é do que uma mistura de várias especiarias, entre elas a pimenta. Então, eu não diria que o curry é exatamente apimentado (pelo menos para o meu paladar eu acho levemente picante – a depender claro da quantidade que se use), mas certamente quem não gosta de pimenta pode estranhá-lo sim.

      Bjo!

  • Reply
    Evelyn
    26 de maio de 2011 at 19:01

    Pois bem Faby se quiser posso te passar uma receitinha de carê da minha batian (avó). O dela é incrível!! É o melhor na minha opinião!! =)

    • Reply
      Faby
      26 de maio de 2011 at 21:39

      Como assim se eu quiser, Evelyn???? É lóóóóóóógico que eu quero, tá loka? Passa logo essa receita da batin, pelamorrrrrrrrrrrrrrrrrr!!!kkkkkkkkkkkkkkkk

      Bjo!

  • Reply
    Dahiane
    26 de maio de 2011 at 22:13

    No fim das contas as comidinhas mais simples e preparadas em pouco tempo acabam sendo as mais saborosas! Deu mta vontade de experimentar, as fotos ficaram mto boas! ;)

  • Reply
    Margarete
    27 de maio de 2011 at 10:08

    Faby,
    Eu fiquei com tanto bode de comer filé de frango grelhado, que eu não consigo nem olhar o bichinho. Você me deu uma ótima opção… Só tem um detalhe, o chato do meu marido, que é oriental por sinal, deste curry. Em japonês eles chamam o prato que vai este curry + legumes de carê. Obrigada pela dica

  • Reply
    Lih Trevisan
    27 de maio de 2011 at 10:52

    Faby, eu nunca tinha visto este Curry em tabletes, parece mto bom! Onde você compra aqui em SP?

    • Reply
      Faby
      27 de maio de 2011 at 11:11

      Lih, é fácil encontrar na LIberdade e até no Hortifruti Natural da Terra e no Pão de AÇucar.

      Bjo!

  • Reply
    LENA GASPARETTO
    27 de maio de 2011 at 17:40

    Fabyzita

    Curry é uma das poucas coisas que não como.
    Mas esse seu prato, a sua foto, estão de babar!!

    E de sobremesa um brigadeiro de ovomaltine, que fiz hoje ; )

    Beijo!
    Lena

  • Reply
    Mariane
    30 de maio de 2011 at 12:22

    Ai Faby, que água na boca que me deu, esse franguinho ryco, a essa hora, pertinho do almoço! Ui, ui, ui.

    Tá, mas qual é a desse carê? Agora quero saber! Pode contar! Tu adoro assanhar as pobres mortais, né?!

    Beijo

  • Reply
    drix
    2 de junho de 2011 at 19:18

    adorei a receita mas acrescentei umas maçãs picadas…ficou divino!!!
    bjuss

  • Reply
    Natan
    11 de julho de 2017 at 11:34

    Fazia um tempo que eu nao era tao preso em um texto tao bem escrito.
    Vou fazer o prato agora pra minha esposa e por sorte tenho exatamente o Golden Curry da foto aqui em casa.

    Parabens.
    Natan – Paris-FR

  • Reply
    Renata
    27 de junho de 2020 at 15:25

    Amei a receita e amei seu blog! Lindo e delicioso!

Deixe uma Resposta

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.