Espetinho marguerita com capeletti

Tá todo mundo correndo, certo? Se você está com a vida mansa, sorte tua. Por aqui a casa caiu geral e eu ando (mais) doida, doida, doida, sem tempo pra nada. Cruzes!

É, mas esse post não é para ficar aqui me lamentando não! Até porque, não adianta ficar de #mimimi e dizer que a vida anda me engolindo – na nossa vida quem manda somos nós e eu é que preciso retomar o comando da minha, simples assim. Mas… isso é assunto para o divã (rs), aqui o assunto é um petisco vapt-vupt – bom para quem não tem tempo e pra quem tem também, afinal, facilidade nunca é demais, certo?

A ideia eu pesquei no livro Canapés mas, como de costume, alterei a receita e acabei criando uma versão diferente, mas que ficou muito saborosa e fez um sucesso enoooorme num lesco-lesco que rolou lá em casa. Sério, o povo amou. E a receita? Besta que só, dá uma olhada…

A primeira coisa a fazer é cozinhar o capeletti bem al dente – sério, é pra cozinhar al dente mesmo, senão você não consegue fazer o petisco no formato espeto, ok? Então, nada de esquecer o bicho cozinhando lá! Olho vivo, comadre! Quando ele estiver cozido, tá pronto.

Voltando… eu usei um capeletti de queijo, mas obviamente você pode usar o recheio que quiser. Eu particularmente acho que recheios à base de queijo, verduras e castanhas são os que mais combinam, mas nada impede que você se jogue no bom e velho frango ou carne, fique à vontade.

Depois que o capeletti cozinhou, escorra e dê logo um banho nele na água gelada, que é para parar o cozimento e impedir que ele passe do ponto que queremos (qual é mesmo? al dente!!!). Quando ele estiver frio é hora de providenciar uma marinada, onde ele ficará por pelo menos umas 3 horinhas, pra pegar gosto.

Para fazer a marinada…

Use azeite extra virgem honestíssimo e suco de limão siliciano – a proporção é 2 para 1: duas partes de azeite para 1 de suco de limão. A quantidade deve ser suficiente para temperar bem todos os capelettis, então, vai depender da quantidade deles que você for fazer (cada espetinho tem 2 capelettis). Ainda na marinada acrescente: sal, pimenta do reino moída na hora, raspas do limão siciliano (pode usar do limão todo, ralado bem fininho e sem a parte branca) e alecrim fresco. Mistura tudo e junta lá os capelettis.

Nesse momento, junte à essa marinada tomates sweet partidos ao meio e misture bem para que eles também fiquem bem cobertos com os temperos. A ideia é que você deixe capelettis e tomates marinando, para ficarem bem saborosos.

O resto é brincadeira de criança. Monte os espetinhos intercalando capelettis, os tomates e folhas de manjericão. Fácil, né?

Ah! Claro que dá para brincar à vontade com a ideia – o original por exemplo sugeria tomate seco (que eu particularmente acho meio nhé!) e eu acredito que mussarela de búfala (daquelas bolinhas), lascas de parmesão, folhas de rúcula e até presunto parma ficariam show nesse espetinho.

Monta sua versão e me conta depois se não foi um arraso? E a cara de surpresa dos convidados quando encontram uma massa no espetinho? Essa é pra brilhar muito… vai por mim =)))

Continuando o circuito das minhas sopinhas top 10 tem o bom, delicioso, quentinho e saboroso capeletti in brodo – a coisa mais fácil de fazer depois de fritar ovo :-)

O segredo do capeletti in brodo está quase todo no caldo. Óbvio que a massa também tem que ser boa e, particularmente, as que eu comi no Rio Grande do Sul, uns capeletinhos caseiros e pequenininhos…afff… aqueles são de arrasar – deliciosos. Mas, se você não está no Sul não vai ser por isso que vai deixar de fazer o brodo. Dá pra usar massa fresca, aquelas da Frescarini por exemplo, mas não é o ideal não. Bom é usar massa seca, aqueles capelettis de pacotinho, que vendem na sessão onde fica o macarrão. Geralmente é importado – italiano – e com preço meio salgado mas o resultado é bom. Só não tente inventar como eu, que comprei uma dessas com recheio de funghi. Argh, argh, argh… não recomendo… o recheio era forte e o sabor esquisito não lembrava funghi mas sim sabão em pedra, daqueles azuis. Hohoho.

Enfim… (hoje estão tãão dispersa!)… Faça um bom caldo (uma base boa é de frango) puxadinho no azeite, com bastante salsinha, cebolinha, pimentinha branca e cozinhe nele o capeletti – coisa de 10, 12 minutinhos comadre, lembre que o ponto do capeletti é al dente.
Pronto. Pra servir, polvilha com um punhadinho de salsinha beeeem picadinha, um parmesão ralado honesto, um pãozinho italiano para acompanhar e mais nada.

Yummy…Delícia.

* post originalmente publicado no blog Rainhas do Lar